- Publicidade -

Contrata SP oferece 2,2 mil vagas de emprego

São oportunidades para aprendizes, com remuneração de R$ 456, e vagas mais qualificadas, de até R$ 6 mil, para profissionais de engenharia e direito.

- Publicidade -

Em sua 9ª edição, o Contrata SP oferece 2,2 mil vagas de trabalho para pessoas com deficiência. O evento, que começou hoje (5) é promovido pela Prefeitura de São Paulo, na Barra Funda, com a participação de empresas de diversos segmentos. São oportunidades para aprendizes, com remuneração de R$ 456, e vagas mais qualificadas, de até R$ 6 mil, para profissionais de engenharia e direito.

Segundo a secretária adjunta da Pessoa com Deficiência, Marinalva Cruz, a expectativa é que cerca de 1 mil pessoas passem hoje (5) pelos estandes montados pelas empresas para fazer o recrutamento. São companhias que atuam em diversos ramos da economia: supermercados atacadistas, call centers, tratamento de resíduos, saneamento, recursos humanos, hospitais e restaurantes.

- Publicidade -

Nas últimas edições, o percentual de candidatos que conseguiram emprego ficou em 10%. Nos seis primeiros eventos foram efetivadas 593 pessoas.

A secretária disse que a orientação é que os recrutadores mantenham o foco na capacidade das pessoas. “A deficiência não pode ser um critério para o recrutamento. O foco tem que ser a competência, o perfil, a habilidade do candidato”, ressaltou.

Oportunidade

- Publicidade -

Para aumentar as chances de contratação, o candidato Hector Meireles disse que só pretendia deixar o galpão do evento depois de distribuir os dez currículos que preparou. O rapaz, de 26 anos de idade, e cinco de experiência, não exige muito. “Podem ser tanto vagas administrativas como relacionadas a inglês, porque sou fluente na língua. Mas não tenho frescura, se aparecer outra vaga em que possa atuar, eu entro. Estou sempre disposto a aprender novas coisas”, disse.

Meireles disse que, sendo portador de uma deficiência, está difícil se inserir no mercado de trabalho. “Não está tão fácil. Eu tenho um pouco mais de facilidade, porque minha visão é subnormal, mas para quem é cego total é ainda mais difícil”, destacou.

- Publicidade -

Com base em dados do Ministério do Trabalho e do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), a Secretaria Municipal da Pessoa com Deficiência de São Paulo informou que a capital paulista tem capacidade para empregar, com contratos formais, 177,3 mil das 500 mil pessoas com deficiência em idade economicamente ativa que vivem na cidade. Até o momento, apenas 78 mil delas estão empregadas.

- Publicidade -

Falando Nisso...
Conteúdo Relacionado

Mais Notícias
Conteúdo recomendado para você

Maia quer votação de pacote anticrime na Câmara na próxima semana

O relatório final do GT foi apresentado nesta terça-feira (19), na sede do STF, a Alexandre de Moraes.

Padre Reginaldo Manzotti lança “Hora de Amar”, com a participação de Naiara Azevedo

A música faz parte do novo DVD do sacerdote, recentemente gravado em Curitiba

Brasil vence Coreia do Sul em último jogo do ano da Seleção

Seleção Brasileira se impôs dentro de campo, brilhou no ataque e encerrou o ano com uma vitória por 3 a 0 diante da Coreia do Sul

PM é indiciado por morte da menina Ágatha Vitória no Rio

Criança de 8 anos, foi atingida na comunidade da Fazendinha, no Complexo do Alemão, no dia 20 de setembro.

Inep anuncia cancelamento de uma questão do Enem

A questão anulada consta no Caderno Azul como número 90; no Caderno Amarelo como 78; no Caderno Branco como 66; e no Caderno Rosa como 72.

Justiça decreta prisão do ex-presidente do Paraguai Horacio Cartes

Policiais federais fazem hoje (19) a operação para prender o ex-presidente e outros 19 investigados, de acordo com o Ministério Público Federal.

Realidade e ficção se unem na Black Friday 2019

Empresas têm adotado a realidade aumentada para atrair consumidores de forma diferenciada

UZZO passa a aceitar pagamentos de títulos em seu App

Pesquisa mostra que 70 milhões de brasileiros preferem usar aplicativos de celular para o pagamentos de contas

Agora é lei: Rio terá estatística sobre homicídios e feminicídios de jovens

O texto, de autoria da deputada Zeidan Lula (PT), obriga a tabulação de todos os dados classificados como homicídio e feminicídio contra a vítima jovem

Rio poderá ter política municipal de cuidados paliativos

O projeto prevê que os cuidados paliativos devem ser ofertados o mais precocemente possível no curso de qualquer doença potencialmente fatal

Agora é lei: radares móveis de velocidade têm que ser visíveis

A lei ainda determina que o Detran-RJ deve publicar anualmente uma lista com a receita arrecadada com a cobrança de multas

Linha Amarela: Lamsa limpa 7km de sistema de drenagem de seus viadutos

Concessionária também fará conservação das passarelas e varrição das pistas

UOL lança série documental: “PCC – Primeiro Cartel da Capital”

Com direção do cineasta João Wainer e conteúdo desenvolvido pela MOV, produtora de vídeos do UOL, série retrata a trajetória de uma das maiores organizações criminosas do Brasil

Wander Wildner e Gustavo Kaly fazem show intimista no Rio

Artistas se apresentam na Audio Rebel

Vasco da Gama corre risco de rebaixamento por conta do Caso Clayton; Fluminense observa

Presidente do clube, Alexandre Campello, nega irregularidade: 'O Vasco não é a Portuguesa'