- Publicidade -

STF suspende julgamento de prisão após condenação em segunda instância

Com placar em 4 x 3 a favor da medida sessão será retomada em novembro

- Publicidade -

O ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Ricardo Lewandowski votou hoje (24) contra a validade da execução provisória de condenações criminais, conhecida como prisão após segunda instância. Com o voto do ministro, após quatro sessões de julgamento, o placar está 4 votos a 3 a favor da medida. Após o voto do ministro, a sessão foi suspensa e deve ser retomada no dia 6 de novembro.

O relator, ministro Marco Aurélio, e a ministra Rosa Weber também votaram contra. Os ministros Alexandre de Moraes, Edson Fachin, Luís Roberto Barroso e Luiz Fux votaram a favor da prisão em segunda instância. Faltam os votos de quatro integrantes do STF.

- Publicidade -

Em seu voto, Lewandowski, último a votar na sessão desta tarde, disse que a Constituição estabeleceu como cláusula pétrea que a prisão para cumprimento de condenação somente pode ocorrer após o trânsito em julgado do processo, ou seja, fim de todos os recursos nos tribunais superiores.

“A jurisprudência desse Tribunal consolidou-se, salvo um lapso de tempo, que ofende o princípio da presunção da inocência a execução da pena de liberdade antes do trânsito em julgado da sentença condenatória”, afirmou.

Entenda

A Corte começou a julgar definitivamente três ações declaratórias de constitucionalidade (ADCs), relatadas pelo ministro Marco Aurélio e protocoladas pela Ordem dos Advogados, pelo PCdoB e pelo antigo PEN, atual Patriota.

O entendimento atual do Supremo permite a prisão após condenação em segunda instância, mesmo que ainda seja possível recorrer a instâncias superiores. No entanto, a OAB e os partidos sustentam que o entendimento é inconstitucional e uma sentença criminal somente pode ser executada após o fim de todos os recursos possíveis, fato que ocorre no STF e não na segunda instância da Justiça, nos tribunais estaduais e federais. Dessa forma, uma pessoa condenada só vai cumprir a pena após decisão definitiva do STF.

A questão foi discutida recentemente pelo Supremo ao menos quatro vezes. Em 2016, quando houve decisões temporárias nas ações que estão sendo julgadas, por 6 votos a 5, a prisão em segunda instância foi autorizada. De 2009 a 2016, prevaleceu o entendimento contrário, de modo que a sentença só poderia ser executada após o Supremo julgar os últimos recursos.

Segundo o Conselho Nacional de Justiça (CNJ), o julgamento terá impacto na situação de 4,8 mil  presos com base na decisão do STF que autorizou a prisão em segunda instância. Os principais condenados na Operação Lava Jato podem ser beneficiados, entre eles, o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, preso desde 7 de abril do ano passado, na Superintendência da Polícia Federal em Curitiba, após ter sua condenação por corrupção e lavagem de dinheiro confirmada pelo Tribunal Regional Federal da 4ª Região (TRF4), no caso do tríplex do Guarujá (SP), além do ex-ministro José Dirceu e ex-executivos de empreiteiras.

- Publicidade -

Falando Nisso...
Conteúdo Relacionado

Mais Notícias
Conteúdo recomendado para você

Kobe Bryant, astro da NBA, morre em acidente de helicóptero nos EUA

Queda de aeronave vitimou outras quatro pessoas à bordo da aeronave

Horóscopo de segunda-feira 27 de janeiro de 2020

Confira as previsões para o amor, dinheiro e saúde.

Vasco da Gama vence a primeira no Carioca com gol de Cano, veja o Gol

Argentino marcou seu primeiro gol pelo Gigante da Colina

Expectativa de reabertura do Museu Nacional emociona pesquisadores

Equipes trabalham intensamente na busca e restauro de peças do acervo

America goleia o Americano

Christianno, Flamel, Anderson Künzel e Wallinson marcaram os gols do Rubro.

Friburguense vence o Nova Iguaçu

Com o triunfo, o Tricolor Serrano chegou aos 4 pontos, junto do America

Madureira vence a terceira e segue 100%

Na próxima rodada, o Madura volta a jogar na terça-feira (28), às 19h15, contra o Boavista

“Sinal Vital” é o primeiro single do novo trabalho do Sorriso Maroto

As cenas mostram a banda interagindo com vários personagens

Céu lança clipe de “Corpocontinente”

A obra de Céu é marcada pelo posicionamento político sem panfletagem

Horóscopo de domingo 26 de janeiro de 2020

Confira as previsões para o amor, dinheiro e saúde.

Salve-se Quem Puder: O encontro de Alexia e Renzo em Cancún

Salve-se Quem Puder’ é a próxima novela das sete, criada e escrita por Daniel Ortiz

Ivete Sangalo lança novo EP e videoclipe

Anunciando o que está por vir, o EP abre com a faixa-título, “O Mundo Vai”

Wesley Safadão muda o visual para nova show

Cantor aposta no "Buzz Cut", estilo de cabelo totalmente diferente do início da carreira

Aline Riscado estrela novo clipe de dupla sertaneja

Os donos do sucesso “Golzinho Quadrado”, Júnior e Cézar gravaram em Maringá com a musa do verão