- Publicidade -

Ex-deputados prestam depoimentos sobre assassinato de Marielle Franco

O delegado Antonio Ricardo, diretor do Departamento Geral de Homicídios e Proteção à Pessoa do Rio de Janeiro, disse que os interrogatórios têm a ver com uma possível motivação política para a morte de Marielle.

- Publicidade -

Os ex-deputados estaduais pelo Rio de Janeiro Edson Albertassi e Paulo Melo prestaram depoimento nesta quinta-feira (24) a respeito do assassinato da vereadora Marielle Franco e do motorista Anderson Gomes. O delegado Antonio Ricardo, diretor do Departamento Geral de Homicídios e Proteção à Pessoa do Rio de Janeiro, disse que os interrogatórios têm a ver com uma possível motivação política para a morte de Marielle. 

Segundo Antonio Ricardo, o ex-deputado e conselheiro afastado do Tribunal de Contas do Estado (TCE) Domingos Brazão poderá ser chamado novamente a depor. “Nós vamos avaliar a necessidade dele prestar um novo depoimento. Por enquanto, ele é ouvido na condição de testemunha”, disse o delegado.

- Publicidade -

Os dois ex-deputados do MDB estão presos em Bangu há dois anos, acusados de esquemas de corrupção e lavagem de dinheiro investigados na Operação Cadeia Velha, um dos desdobramentos da Lava Jato no Rio de Janeiro. 

Federalização

O delegado reforçou a crítica à federalização do caso, requerida por Raquel Dodge, então procuradora-geral da República. Pelo pedido de Dodge, a investigação sairia da alçada da Polícia Civil e do Ministério Público (MP) para o âmbito da Polícia Federal (PF) e do Ministério Público Federal (MPF).

- Publicidade -

“Se sair da Polícia Civil, vai haver um prejuízo muito grande, porque o que nós já produzimos de informação e de documentos apreendidos que ainda estão sob análise vai ser uma perda inestimável. Esse tempo é precioso. Nós já temos mais de 30 volumes produzidos”, disse o delegado.

No último dia como procuradora-geral da República, Raquel Dodge pediu ao Superior Tribunal de Justiça (STJ) a federalização do Caso Marielle, mas a corte ainda não se definiu sobre a matéria. 

- Publicidade -

Marielle foi morta a tiros no dia 14 de março de 2018, juntamente com o motorista Anderson Gomes, na capital fluminense. Dois suspeitos da execução foram presos: Ronie Lessa e Élcio de Queiroz, mas os mandantes do crime e as motivações ainda não são conhecidos

- Publicidade -

Falando Nisso...
Conteúdo Relacionado

Mais Notícias
Conteúdo recomendado para você

Maia anuncia agenda legislativa para o desenvolvimento social

A Agenda de Desenvolvimento Social é dividida em cinco pilares e foi elaborada por um grupo de cinco deputados e um senador.

Melim e Diogo Nogueira são as atrações do Estação Rio em Nova Iguaçu

O projeto musical da Globo, que tem patrocínio da Coca-Cola e apoio da Rede Multi Market, leva shows gratuitos e de grandes artistas a diferentes bairros e municípios do Rio.

PL prevê pausa para ginástica laboral em jornadas de trabalho acima de 6 horas

Projeto de lei acrescenta parágrafo na CLT, fixando 30 minutos para desempenho de exercício funcional em locais de trabalho com jornadas mais longas

Governo federal vai conectar 100% das escolas públicas aptas a receber internet

Acesso à web alcançará cerca de 70 mil instituições de ensino, em 5.296 municípios

Projeto cria programa de mediação escolar no Rio

De acordo com o projeto, o programa tem o objetivo de promover o respeito às diferenças sociais, econômicas, políticas, religiosas e de gênero

Líder diz que não há prazo para apresentar reforma administrativa

Fernando Bezerra justifica agenda cheia no Congresso para tramitação

Confira os projetos de lei aprovados pelos vereadores do Rio na Sessão Legislativa de 19/11/2019

Foi aprovado o Dia dos Clóvis (bate-bola) e Originalidades do Carnaval no calendário oficial da cidade;

Universal TV exibe crossover especial da franquia Chicago

O especial da franquia “Uma Chicago”, intitulado como “Infecção”, conta com duas horas e meia de pura ação

Zeca Pagodinho, Demônios da Garoa e Ana Clara estão no Boteco do Ratinho

O Programa do Ratinho vai ao ar de segunda a sexta-feira, a partir das 22h15.

Programa Família Segura pode ser instituído no estado do Rio

Segundo o texto, a PMERJ deverá comunicar às autoridades judiciárias da região de atuação a intenção de criar o programa.

Profissionais de saúde de Manguinhos tem futuro incerto

A Prefeitura do Rio garantiu que o contrato com a OS será estendido por 12 meses, mas o compromisso ainda não foi assinado

Vasco da Gama folga na rodada e só volta a jogar dia 28 contra o São Paulo

Após empate em São Januário, Cruz-Maltino segue em 10º no Brasileirão

Bolsonaro assinou carta de desfiliação do PSL, anuncia advogada

O documento será entregue à direção nacional do PSL e também registrado no Tribunal Regional Eleitoral do Rio de Janeiro (TRE-RJ)

Uso inadequado de antibióticos aumenta resistência de bactérias

Prática pode levar também ao agravamento de doenças

Horóscopo de quarta-feira 20 de novembro de 2019

Descubra o que os astros lhe reservam para seu dia