- Publicidade -

Desmatamento está entre principais causas de surtos de doenças infecciosas em humanos, diz estudo

Sem as áreas naturais, insetos se proliferam com mais facilidade e migram para as regiões urbanas. Nas últimas três décadas, a presença de doenças transmitidas por mosquitos dobrou no Brasil

- Publicidade -

As mudanças de uso da terra, geradas principalmente pelo desmatamento, monocultura, pecuária em grande escala e mineração, estão entre as principais causas de surtos de doenças infecciosas em humanos e pelo surgimento de novas doenças no continente americano. Essa é uma das conclusões apontadas no Relatório de Biodiversidade da ONU, que analisou mais de 15 mil pesquisas científicas e informações governamentais durante três anos.

“Os bens e serviços fornecidos pela natureza são os fundamentos definitivos da vida e da saúde das pessoas. A qualidade do ambiente em que vivemos desempenha papel essencial na nossa saúde. Em ambiente natural, com florestas intactas, mamíferos, répteis, aves e insetos se autorregulam. O desmatamento, somado à expansão desordenada das áreas urbanas, faz com que os animais migrem para as cidades. No caso dos mosquitos, que são vetores de muitas doenças, a crise climática e o aumento da temperatura também trouxeram condições favoráveis à reprodução desses indivíduos. Nas cidades, eles passam a se alimentar também do sangue das pessoas, favorecendo a transmissão de enfermidades”, explica a gerente de Conservação da Biodiversidade da Fundação Grupo Boticário de Proteção à Natureza, Leide Takahashi.

- Publicidade -

Nessa linha, a Organização Mundial da Saúde (OMS) e a Convenção da Diversidade Biológica (CDB) reconheceram que a biodiversidade e a saúde humana estão fortemente interligadas e, durante a COP-13, em 2016, recomendaram uma série de ações. Segundo a OMS, ao menos 50% da população mundial corre o risco de contaminação por doenças transmitidas por mosquitos, chamadas de arboviroses. No Brasil, o Ministério da Saúde estima que o número de arboviroses tenha dobrado nas últimas três décadas. Algumas delas, como malária, dengue, febre amarela e zika, já causaram surtos em áreas urbanas.

Sem as áreas naturais, insetos se proliferam com mais facilidade e migram para as regiões urbanas Créditos: Pixabay
Sem as áreas naturais, insetos se proliferam com mais facilidade e migram para as regiões urbanas Créditos: Pixabay

Doutora em Ciências Florestais, Leide destaca ainda que a conservação do patrimônio natural é importante para o controle de outras doenças, especialmente as mentais. O contato com a natureza é capaz de diminuir a ansiedade e o estresse, contribuindo com o bem-estar da população. “A natureza nos fornece água, ar puro, alimentos e outros recursos essenciais para o nosso dia a dia. Precisamos encontrar um ponto de equilíbrio para que as pessoas aproveitem esses recursos de forma responsável, sem prejudicar a fauna e a flora e sem colocar as próximas gerações em risco”, afirma Leide, que também é membro da Rede de Especialistas em Conservação da Natureza.

- Publicidade -

Falando Nisso...
Conteúdo Relacionado

Mais Notícias
Conteúdo recomendado para você

Defesa Civil do Rio de Janeiro acompanha evolução de ciclone

No decorrer do dia até a noite de sexta-feira (24), podem ocorrer pancadas de chuva moderadas a ocasionalmente fortes

Reforços do Vasco da Gama: Rejeição da torcida trava acerto com Jucilei

O diretor de futebol do Vasco da Gama, Andre Mazzuco, concedeu entrevista à rádio Tupi e negou que o negócio esteja fechado

Reforços do Botafogo: Clube tenta a contratação do japonês Honda e contrata equatoriano

Independente da chegada de Honda, o clube já ganhou mais um reforço: Gabriel Cortez, meia equatoriano de 24 anos

Confira o calendário de vistoria para ônibus, táxis, vans, ‘cabritinhos’, fretamento e veículos de transporte escolar

Na data e hora agendadas para a vistoria, os veículos e as documentações solicitadas deverão ser entregues no posto

Amigos da Onça recebe Mc Rebecca e Gabily no “Ensaios de Veraww”

Evento acontece todas as terças até o Carnaval e arrasta foliões para o HUB RJ, no Centro

Mallu Magalhães lança novo álbum em 2020

Mallu Magalhães está gravando mais um disco com previsão de lançamento no primeiro semestre de 2020. A produção do álbum ficará a cargo de...

Reforços do Vasco da Gama: Clube está próximo de contratar Gustavo Carvajal, do América de Cali

O presidente do América de Cali, da Colômbia declarou a uma rádio local que o clube está negocia dois jogadores com o futebol brasileiro

Jota Quest e Fernanda Abreu fazem shows em Rio das Ostras

Artistas e esportista Luiz Negão se apresentam na Praia de Costazul, ao lado do Emissário Submarino

Fim de Semana de curiosidades e conhecimento no MAST

Programação traz instigantes informações sobre o céu com atividades lúdicas para toda família entender alguns conceitos sobre o Universo

BBB20: Brothers enfrentam a primeira prova do líder

O líder continua com o poder de mandar os participantes direto para o paredão,

Horóscopo de sexta-feira 24 de janeiro de 2020

Confira as previsões para o amor, dinheiro e saúde.

Procon Carioca alerta pais sobre preços abusivos de material escolar

Sugestão é fazer pesquisa para buscar valores acessíveis

Nomeação de Regina Duarte deve ocorrer após viagem à Índia

Bolsonaro falou sobre o assunto ao deixar o Palácio da Alvorada

Reforços do Vasco da Gama: Clube acerta a contratação de Jucilei, do São Paulo

O Gigante da Colina ainda busca dois laterais, um zagueiro e um camisa 10

Lei anticrime entra em vigor nesta quinta-feira (23)

Projeto foi sancionado pelo governo em 24 de dezembro de 2019