- Publicidade -

Governo anuncia medidas para combater incêndios na Amazônia

- Publicidade -

Depois de uma semana repleta de manifestações nacionais e internacionais por conta dos incêndios ocorridos na Amazônia, o presidente Jair Bolsonaro anunciou, nesta sexta-feira (23), medidas para controlar a crise ambiental e tentar melhorar a imagem do país no exterior.

Em um pronunciamento em cadeia nacional de rádio e televisão, o presidente disse que autorizou a atuação das Forças Armadas na região para combater atividades ilegais e conter o avanço das queimadas.

“Oferecemos ajuda à todos os Estados da Amazônia Legal. Com relação à aqueles que aceitarem, autorizarei operação de Garantia da lei e da Ordem, uma verdadeira GLO Ambiental. O emprego extensivo de pessoal e equipamentos das Forças Armadas, auxiliares e outras agências, permitirão não apenas combater as atividades ilegais, como também conter o avanço de queimadas na região”, disse o presidente.

- Publicidade -

O decreto que autoriza o uso das Forças Armadas vale para regiões de fronteira, terras indígenas, unidades federais de conservação ambiental e outras áreas da Amazônia Legal.

Os primeiros Estados do país a solicitar a ação dos militares federais em seus territórios foram Roraima e Rondônia. Outro Estado que tomou uma iniciativa para mudar a situação foi o Acre, decretando estado de emergência ambiental.

- Publicidade -

Além disso, foi publicado no Diário Oficial da União de sexta-feira (23), uma portaria que autoriza o IBAMA a contratar brigadistas temporários para prevenção e combate aos incêndios florestais nos Estados declarados em emergência.

Em seu perfil do Twitter, o presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia, sugeriu a liberação de R$ 2,5 bilhões do fundo da Petrobras para a educação e para a Amazônia.

- Publicidade -

Já a ministra da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, Tereza Cristina, disse que se for necessário, o Brasil pedirá ajuda internacional.

“Nós estamos vivendo uma seca grande, que todo ano a região Norte do país tem uma definição clara desta estiagem. A gente fica, às vezes, seis meses sem chuva; esse ano está mais seco e as queimadas estão maiores. O Brasil, se precisar de ajuda, vai pedir, com certeza, porque sabe da importância desse patrimônio que é a Amazônia para os brasileiros”, enfatizou.

(Brasília – DF, 23/08/2019) Pronunciamento do Presidente da República, Jair Bolsonaro. Foto: Carolina Antunes/PR

Os incêndios na Amazônia vão ser discutidos na reunião do G7, marcada para este final de semana, na França. O G7 é formado por Estados Unidos, Alemanha, França, Itália, Canadá, Japão e Reino Unido.

Por meio de nota, o presidente do Senado Federal, Davi Alcolumbre, disse que na próxima terça-feira (27), vai instalar a Comissão Mista Permanente sobre Mudanças Climáticas

- Publicidade -

Falando Nisso...
Conteúdo Relacionado

Mais Notícias
Conteúdo recomendado para você

Sparkling Festival: evento de vinhos acontece no Rio e em São Paulo

Serão cerca de 30 espaços de vinícolas brasileiras e importadoras, mais ou menos 350 rótulos, muitas boas opções de gastronomia e diversas atrações culturais.

Vasco da Gama sofre gol no fim e cede empate para o Goiás, veja os gols

Em São Januário, equipe carioca saiu na frente com gol de Guarín, e Esmeraldino marcou no fim com Oswaldo Henríquez, contra: 1 a 1

Região sudeste tem a gasolina mais cara do país

Conforme levantamento realizado pela ValeCard em cerca de 20 mil estabelecimentos em todo o território nacional, o combustível mais caro é encontrado no Rio de Janeiro e o mais barato, em São Paulo

Importação de cigarro eletrônico pode ser considerada contrabando

Projeto de lei em tramitação na Câmara dos Deputados prevê pena de dois a cinco anos de reclusão para quem cometer a infração

China disponibilizará US$ 100 bilhões para governo brasileiro

Foco dos investimentos é a área da infraestrutura

Alerj se reúne com PGE em busca de solução para concursados da SEAP

Na ocasião, Rômulo Carvalho, da comissão dos concursados de 2006, disse que os candidatos já passaram por todos os requisitos

Prefeitura do Rio aprimora sistema de alerta sobre temporais

Toda a rede de saúde estará preparada para o atendimento à população.

Dólar ultrapassa R$ 4,20 e fecha no maior valor desde criação do real

Bolsa reverte alta e encerra o dia em queda

PM retirou mais de 5 mil armas de circulação desde janeiro

Foram 451 fuzis, 2.735 pistolas e 2.049 revólveres

Governo oficializa descontingenciamento do Orçamento de 2019

Ao todo, foram liberados R$ 13,976 bilhões que estavam bloqueados

Horóscopo de terça-feira 19 de novembro de 2019

Descubra o que os astros lhe reservam para seu dia

Prislla agitará as comemorações de fim de ano no Réveillon do Flutuante Rio

A noite será brindada com a melhor vibe da virada, muita música, alta gastronomia, drinks e uma atmosfera fantástica dos pontos turísticos cariocas Cristo redentor e o Pão de açúcar.

Cantora portugesa MARO se apresenta na Audio Rebel

Artista apresenta canções de seus cinco álbuns

Shopping Nova Iguaçu promove Natal do Aladdin

Centro comercial na Baixada Fluminense ganha atração inspirada no brinquedo Tapete Mágico de parque temático de Orlando

Supervia retira de circulação 20% de sua frota de trens no Rio

A Secretaria estadual de Transportes informou que lamenta os impactos causados aos passageiros e que está trabalhando para que a normalização do serviço ocorra o mais rápido possível.