- Publicidade -

Bolsonaro diz que incêndios na Amazônia não podem gerar sanções ao Brasil

- Publicidade -

O presidente Jair Bolsonaro fez um pronunciamento em cadeia nacional de rádio e televisão, na noite de hoje (23), para anunciar medidas de combate aos incêndios e ao desmatamento na Amazônia.

Nesta sexta-feira, o governo autorizou a atuação das Forças Armadas na região, caso seja solicitada pelos governadores. Ele argumentou que incêndios florestais ocorrem em outras partes do mundo e não podem gerar sanções internacionais ao Brasil. 

“Incêndios florestais existem em todo o mundo. Isso não pode ser pretexto para possíveis sanções internacionais. O Brasil continuará sendo, como foi até hoje, um país amigo de todos e responsável pela proteção de sua Floresta Amazônica”, afirmou.   

- Publicidade -

Bolsonaro disse que as queimadas das últimas semanas estão na média dos últimos 15 anos, mas que o governo não está satisfeito e vai atuar para conter os focos de incêndio. “Estamos em uma estação tradicionalmente quente, seca e de ventos fortes, e que todos os anos, infelizmente, ocorrem queimadas na Região Amazônica. Nos anos mais chuvosos, as queimadas são menos intensas. Em anos mais quentes, como neste, 2019, elas ocorrem com maior frequência. De todo modo, mesmo que as queimadas deste ano não estejam fora da média dos últimos 15 anos, não estamos satisfeitos com o que estamos assistindo. Vamos atuar fortemente para controlar os incêndios na Amazônia”, disse o presidente. O pronunciamento durou pouco mais de 4 minutos.

Bolsonaro disse que seu governo tem compromisso no combate à criminalidade, inclusive na área ambiental, e destacou o apoio oferecido aos estados da Amazônia Legal. “Somos um governo com tolerância zero contra a criminalidade, e na área ambiental não será diferente. Por essa razão, oferecemos ajuda a todos os estados da Amazônia Legal. Com relação àqueles que a aceitarem, autorizarei operação de garantia da lei e da ordem, uma verdadeira GLO [Garantia de Lei e da Ordem] ambiental. O emprego extensivo de pessoal e equipamentos das Forças Armadas, auxiliares e outras agências, permitirá não apenas combater as atividades ilegais, como também conter o avanço de queimadas na região”. 

- Publicidade -

O decreto de GLO, que autoriza o uso das forças armadas, vale para áreas de fronteira, terras indígenas, em unidades federais de conservação ambiental e outras áreas da Amazônia Legal.  Os governadores de Roraima e Rondônia foram os primeiros a solicitar ação dos militares federais em seus territórios. 

Preservação

No pronunciamento, Bolsonaro disse ainda que o problema precisa ser tratado com “serenidade” e voltou a criticar manifestações dentro e fora do Brasil que, segundo ele, espalharam informações infundadas. “Espalhar dados e mensagens infundadas, dentro e fora do Brasil, não contribui para resolver o problema e se prestam apenas ao uso político e à desinformação”. 

Bolsonaro - Foto: Carolina Antunes/PR
(Brasília – DF, 23/08/2019) Pronunciamento do Presidente da República, Jair Bolsonaro. Foto: Carolina Antunes/PR
- Publicidade -

“O Brasil é exemplo de sustentabilidade. Conserva mais de 60% de sua vegetação nativa, possui uma lei ambiental moderna, um Código Florestal que deveria servir de modelo para o mundo. Temos uma matriz energética limpa, renovável e com ela estamos dando grande contribuição ao planeta. Diversos países desenvolvidos, por outro lado, ainda não conseguiram avançar com seus compromissos no âmbito do Acordo de Paris”, acrescentou o presidente. 

Bolsonaro concluiu sua fala dizendo-se aberto ao diálogo, “com base no respeito, na verdade, e cientes da nossa soberania”. Ele disse ainda que outros países ofereceram ajuda ao Brasil para combater as queimadas e que vão reforçar a posição brasileira na reunião do G7, marcado para este final de semana, na França, e que deve discutir os incêndios florestais na Amazônia, entre outros temas. O G7 é formado por EUA, Reino Unido, França, Alemanha, Itália, Canadá e Japão

- Publicidade -

Falando Nisso...
Conteúdo Relacionado

Mais Notícias
Conteúdo recomendado para você

Lava Jato: Polícia Federal faz operação no Rio contra lavagem de dinheiro

A operação é chamada de Patron, ou seja, “patrão” em português

‘Status Atual’ estreia no Teatro dos Grandes Atores, no Barra Square

Ator Leon Borghes encena peça musical teen

Sparkling Festival: evento de vinhos acontece no Rio e em São Paulo

Serão cerca de 30 espaços de vinícolas brasileiras e importadoras, mais ou menos 350 rótulos, muitas boas opções de gastronomia e diversas atrações culturais.

Vasco da Gama sofre gol no fim e cede empate para o Goiás, veja os gols

Em São Januário, equipe carioca saiu na frente com gol de Guarín, e Esmeraldino marcou no fim com Oswaldo Henríquez, contra: 1 a 1

Região sudeste tem a gasolina mais cara do país

Conforme levantamento realizado pela ValeCard em cerca de 20 mil estabelecimentos em todo o território nacional, o combustível mais caro é encontrado no Rio de Janeiro e o mais barato, em São Paulo

Importação de cigarro eletrônico pode ser considerada contrabando

Projeto de lei em tramitação na Câmara dos Deputados prevê pena de dois a cinco anos de reclusão para quem cometer a infração

China disponibilizará US$ 100 bilhões para governo brasileiro

Foco dos investimentos é a área da infraestrutura

Alerj se reúne com PGE em busca de solução para concursados da SEAP

Na ocasião, Rômulo Carvalho, da comissão dos concursados de 2006, disse que os candidatos já passaram por todos os requisitos

Prefeitura do Rio aprimora sistema de alerta sobre temporais

Toda a rede de saúde estará preparada para o atendimento à população.

Dólar ultrapassa R$ 4,20 e fecha no maior valor desde criação do real

Bolsa reverte alta e encerra o dia em queda

PM retirou mais de 5 mil armas de circulação desde janeiro

Foram 451 fuzis, 2.735 pistolas e 2.049 revólveres

Governo oficializa descontingenciamento do Orçamento de 2019

Ao todo, foram liberados R$ 13,976 bilhões que estavam bloqueados

Horóscopo de terça-feira 19 de novembro de 2019

Descubra o que os astros lhe reservam para seu dia

Prislla agitará as comemorações de fim de ano no Réveillon do Flutuante Rio

A noite será brindada com a melhor vibe da virada, muita música, alta gastronomia, drinks e uma atmosfera fantástica dos pontos turísticos cariocas Cristo redentor e o Pão de açúcar.

Cantora portugesa MARO se apresenta na Audio Rebel

Artista apresenta canções de seus cinco álbuns