- Publicidade -

UFRJ pode paralisar serviços por limitação orçamentária

- Publicidade -

A Universidade Federal do Rio de Janeiro anunciou que poderá suspender, ainda este mês, a oferta de serviços à população, como, por exemplo, parte do atendimento no Hospital Universitário Clementino Fraga Filho, na Ilha do Fundão. Em nota, a universidade destaca que déficits acumulados nos últimos anos mais o contingenciamento de verbas, anunciado recentemente pelo governo federal, dificultam a continuidade dos serviços. 

“O bloqueio definido pelo MEC torna a situação ainda mais preocupante, pois o corte de 30% em média do orçamento discricionário, destinado aos pagamentos das despesas básicas de funcionamento, resultou no bloqueio de 41% da principal ação orçamentária da UFRJ destinada a esse fim”, informou a UFRJ.

- Publicidade -

Segundo a nota, em custeio a previsão orçamentária para 2019 somava R$331,65 milhões e só foi disponibilizado até o momento R$169,84 milhões. Na rubrica de investimento, do total previsto de R$9,15 milhões, a universidade acessou R$1,25 milhões.

A UFRJ destaca também que até o mês de junho de 2019, as liberações permitiram manter o pagamento dos contratos com uma média de dois meses de atraso. Com a mudança iniciada em julho, o limite mensal foi reduzido a 5% do orçamento de custeio, o que impediu o pagamento de parte das despesas de maio.

“Assim, despesas necessárias à manutenção da UFRJ, tais como fornecimento de energia elétrica, de água e de gases para os laboratórios, limpeza, vigilância, alimentação nos Restaurantes Universitários (RUs), transportes inter e intracampi, telefonia etc., estão na iminência de não serem pagas e, consequentemente, poderemos ter esses serviços suspensos pelos fornecedores.”

O pagamento das bolsas estudantis está mantido e a universidade reduziu despesas com atividades acadêmicas que envolvem viagens, suspendeu a distribuição de verba para as unidades internas via orçamento participativo e redimensionou os investimentos previstos para o ano.

“A situação de ‘limite zero’ que nos tem sido imposta, associada à falta de previsão de liberações periódicas até o final de 2019, impede-nos de atuar com a mínima presciência. O orçamento da UFRJ, que é definido em lei, tornou-se inacessível, o que coloca em risco o funcionamento da Universidade neste momento e ameaça seu futuro”.

MEC

Em nota, o Ministério da Educação informou que liberou R$ 187,1 milhões de limite de empenho para o orçamento discricionário da UFRJ este ano, sendo R$ 16 milhões na manhã de ontem (6).

O MEC afirma que o contingenciamento não tem “impacto imediato sobre o orçamento das instituições” e que mantém diálogo permanente com os dirigentes das universidades e institutos, “estando à disposição para intermediar a resolução de questões pontuais concernentes à liberação de limite orçamentário necessário à execução das atividades das instituições”, de acordo com  a “gestão fiscal responsável e a eficiência do gasto público”, além de depender da “evolução positiva do cenário fiscal do país”.

“Portanto, no que tange aos valores a serem repassados, tal fato depende do volume de despesas a serem liquidadas pelas Instituições Federais de Ensino durante o exercício. Assim, cabe salientar que os repasses à UFRJ e às demais unidades vinculadas ao MEC encontram-se regulares, proporcional aos limites estabelecidos pelo decreto de programação orçamentária financeira”, informou o MEC

- Publicidade -

Falando Nisso...
Conteúdo Relacionado

Mais Notícias
Conteúdo recomendado para você

Kobe Bryant, astro da NBA, morre em acidente de helicóptero nos EUA

Queda de aeronave vitimou outras quatro pessoas à bordo da aeronave

Horóscopo de segunda-feira 27 de janeiro de 2020

Confira as previsões para o amor, dinheiro e saúde.

Vasco da Gama vence a primeira no Carioca com gol de Cano, veja o Gol

Argentino marcou seu primeiro gol pelo Gigante da Colina

Expectativa de reabertura do Museu Nacional emociona pesquisadores

Equipes trabalham intensamente na busca e restauro de peças do acervo

America goleia o Americano

Christianno, Flamel, Anderson Künzel e Wallinson marcaram os gols do Rubro.

Friburguense vence o Nova Iguaçu

Com o triunfo, o Tricolor Serrano chegou aos 4 pontos, junto do America

Madureira vence a terceira e segue 100%

Na próxima rodada, o Madura volta a jogar na terça-feira (28), às 19h15, contra o Boavista

“Sinal Vital” é o primeiro single do novo trabalho do Sorriso Maroto

As cenas mostram a banda interagindo com vários personagens

Céu lança clipe de “Corpocontinente”

A obra de Céu é marcada pelo posicionamento político sem panfletagem

Horóscopo de domingo 26 de janeiro de 2020

Confira as previsões para o amor, dinheiro e saúde.

Salve-se Quem Puder: O encontro de Alexia e Renzo em Cancún

Salve-se Quem Puder’ é a próxima novela das sete, criada e escrita por Daniel Ortiz

Ivete Sangalo lança novo EP e videoclipe

Anunciando o que está por vir, o EP abre com a faixa-título, “O Mundo Vai”

Wesley Safadão muda o visual para nova show

Cantor aposta no "Buzz Cut", estilo de cabelo totalmente diferente do início da carreira

Aline Riscado estrela novo clipe de dupla sertaneja

Os donos do sucesso “Golzinho Quadrado”, Júnior e Cézar gravaram em Maringá com a musa do verão