- Publicidade -

Gabriel Medina é campeão da etapa sul-africana do mundial de surfe

Com o título, Medina subiu da oitava para a sétima posição no ranking mundial, com 26.895 pontos, ultrapassando o norte-americano Kelly Slater.

- Publicidade -

Em uma final brasileira hoje (19) na Praia de Supertubes, em Jeffreys Bay, na África do Sul, Gabriel Medina conseguiu seu primeiro título no circuito mundial de surfe deste ano. Com notas 9,77 e 9,73, Medina superou o compatriota Ítalo Ferreira e venceu a Corona Open J-Bay, a sexta de onze etapas do mundial.

Com o título, Medina subiu da oitava para a sétima posição no ranking mundial, com 26.895 pontos, ultrapassando o norte-americano Kelly Slater. Apesar da vitória, Medina ainda está fora da zona de classificação para os Jogos Olímpicos de Tóquio 2020.

Para se classificar para a olimpíada, é preciso não só ficar entre os dez primeiros colocados do circuito, como também ser um dos dois brasileiros mais bem posicionados, porque cada país só pode classificar dois atletas por categoria.

- Publicidade -

À frente de Medina, estão os brasileiros Filipe Toledo, que terminou em terceiro na etapa de J-Bay e está em segundo colocado no mundial, com 33.280 pontos, e o vice-campeão da etapa, Ítalo Ferreira, em quarto com 29.950.

Veja Mais notícias sobre surfe

    Além da vaga para Tóquio, Medina busca seu terceiro título mundial. Ele foi campeão em 2014 e 2018. A classificação do circuito mundial de surfe deste ano é liderado pelo norte-americano Kolohe Andino, com 33.845 pontos. A próxima etapa será disputada em Teahupo’o, no Taiti, entre 21 de agosto e 1º de setembro.

    Veja mais depois da publicidade

    Mulheres

    No feminino, as duas brasileiras, Silvana Lima e Tatiana Weston-Webb, foram eliminadas nas oitavas de final. Com o resultado, Tatiana caiu da sétima para a oitava posição no mundial, com 25.120 pontos, mas ainda está dentro da zona de classificação para Tóquio 2020, já que as oito melhores entram na olimpíada.

    Tatiana está à frente da costarriquenha Brisa Hennessy, que tem 21.840 pontos. Já Silvana Lima subiu da 14ª para a 13ª posição na nking, com 16.800 pontos.  O mundial feminino é agora liderado pela havaiana Carissa Moore, que conquistou o título da etapa de J-Bay, e está com 41.175 pontos

    - Publicidade -

    Falando Nisso...
    Conteúdo Relacionado

    Mais Notícias
    Conteúdo recomendado para você

    Valdir Espinosa é apresentado como novo gerente de futebol do Botafogo

    O novo gerente técnico prometeu muito trabalho e luta por um clube forte.

    Horóscopo de domingo 15 de dezembro de 2019

    Confira a previsão do horóscopo para o dia 15 de dezembro de 2019 e fique por dentro de tudo...

    ‘Carlinhos e Carlão’, com Luis Lobianco, tem pré no Festival do Rio

    As sessões estão agendadas para 16 de dezembro (segunda-feira), no Cine Odeon NET Claro, e 17 (terça), no Cine Roxy e no Reserva Cultural de Niterói

    Horóscopo de sábado 14 de dezembro de 2019

    Confira a previsão do horóscopo para o dia 14 de dezembro de 2019 e fique por dentro de tudo...

    Vanderlei Luxemburgo não é mais o técnico do Vasco da Gama

    Em breve, o Club de Regatas Vasco da Gama irá anunciar o nome do novo técnico.

    Copa do Brasil 2020: sorteio define confrontos da Primeira Fase

    Sorteio realizada na sede da CBF determinou confrontos da Primeira Fase e mando de campo da Segunda Fase da Copa do Brasil 2020

    Vasco da Gama quer Everaldo da Chape e Luxemburgo está na mira de Santos e Palmeiras

    O Gigante da Colina chegou a sondar os argentinos Nicolás Blandi e German Cano, que não empolgaram Vanderlei Luxemburgo.