19.2 C
Rio de Janeiro
quarta-feira, 19 de junho de 2019 10:0704
- Publicidade -

Liverpool vence Tottenham e conquista Hexa da Champions

Salah entrou para a história da Champions anotando o segundo gol mais rápido de uma final da maior competição de clubes da Europa.

- Publicidade -

O Liverpool conquistou o sexto título europeu de sua história ao vencer por 2 a 0 o Tottenham, neste sábado na final da Liga dos Campeões disputada no Estádio Metropolitano de Madri, dando a volta por cima após a decisão perdida no ano passado em Kiev diante do Real Madrid.

O egípcio Mohamed Salah abriu o placar para o Liverpool logo no segundo minuto de jogo de pênalti e o belga Divock Origi, que entrou no segundo tempo, selou a vitória dos Reds a três minutos para o fim da partida.

- Advertisement -

O Liverpool voltou a levantar a ‘Taça Orelhuda’ quatorze anos após conquistar pela última vez a Champions, na memorável final em que venceu nos pênaltis o Milan, depois de sair perdendo por 3 a 0.

Em uma partida que começou com um emocionante minuto de silêncio em homenagem ao jogador espanhol José Antonio Reyes, falecido neste sábado em um acidente de carro, o campeão não demorou para dar pinta em Madri.

Uma bola levantada na área por Sadio Mané foi cortada por Moussa Sissoko com o braço e o árbitro não hesitou em marcar pênalti, que o VAR confirmou e Salah cobrou com perfeição logo aos 2 minutos de jogo, para a alegria dos milhares de torcedores dos Reds presentes na capital espanhola.

Salah entrou assim para a história da Champions anotando o segundo gol mais rápido de uma final da maior competição de clubes da Europa.

O gol foi um duro golpe para o Tottenham, que não conseguiu desenvolver seu futebol reativo, com medo de cometer um erro que pudesse custar um segundo gol, acordando de fato somente nos minutos finais da partida.

Chutes de fora da área de Sissoko (10) e Christian Eriksen (45) para longe do gol do Liverpool foram as melhores ações da equipe de Mauricio Pochettino no primeiro tempo.

Enquanto isso, o Liverpool, em vantagem, se fechava atrás e tentava matar o jogo no contra-ataque.

Após o intervalo, o Tottenham arrumou a casa e reencontrou seu ímpeto ofensivo, começando a assustar gol de Alisson.

A entrada aos 20 minutos do segundo tempo de Lucas Moura, herói das semifinais contra o Ajax com três gols no jogo de volta, deu novos aires e uma nova dinâmica aos Spurs.

Nos últimos minutos, a pressão do Tottenham foi intensa, mas o Liverpool contou com grande atuação de Alisson, que defendeu com segurança todas as ações perigosas dos londrinos.

E, aos 42, Origi garantiu a vitória dos Reds com um chute cruzado de dentro da área, aproveitando sobre após cobrança de escanteio, pintando de vez a Champions em vermelho ao som de “You’ll Never Walk Alone”

Assine nossa Newsletter

Para ser atualizado com as últimas notícias, ofertas e anúncios especiais.

Últimas Notícias