- Publicidade -

Comissões da Alerj cobram explicações da Light

- Publicidade -

A Comissão de Minas e Energia da Assembleia Legislativa do Estado do Rio de Janeiro (Alerj) vai encaminhar, nos próximos dias, requerimento à concessionária Light sobre fatores como o apagão que atingiu alguns bairros da capital e municípios da Baixada Fluminense, principalmente nos últimos três dias, e ainda sobre o grande número de reclamações dos consumidores de energia elétrica. Se a empresa não responder às questões em 30 dias, a Comissão de Minas e Energia pode recomendar ao Governo Federal que a companhia perca sua concessão. A informação foi divulgada nesta terça-feira (30/04) durante audiência pública no plenário da Casa realizada de forma conjunta pela Comissão de Minas e Energia e a CPI da Energia Elétrica da Alerj.

Cerca de 11 milhões de habitantes em 32 municípios do Rio de Janeiro são atendidos pela concessionária. Somente nos primeiros três meses de 2019, a Light já teve quase 17 mil ações ajuizadas, de acordo com dados disponibilizados pelo TJ-RJ. A maioria dos processos refere-se a multas aplicadas pela concessionária por supostos “gatos” (furto de energia e adulteração de medidores). De acordo com o presidente da Comissão, Max Lemos (MDB), além da criminalidade que afeta a distribuição de energia elétrica, a situação está cada vez pior por causa do despreparo da concessionária diante de eventos naturais que vêm atingindo o estado. “A Light está preparada para isso? Por que estão demorando 34 horas para restabelecerem a energia em determinadas regiões? Nós precisamos entender porque a empresa arrecada tanto e o serviço não é prestado corretamente para a população.”, questionou o parlamentar.

- Publicidade -

Em meio a tantas reclamações dos consumidores, o superintendente de Distribuição e de Disciplina de Mercado da Light, Daniel Campos Negreiros, chegou a afirmar durante a audiência que o aumento da criminalidade seria uma das justificativas da Light para explicar as milhares de ações contra a empresa neste ano: “Atualmente, nós temos 800 mil clientes em áreas de risco. Foi registrado, em 2018, prejuízo para a empresa da ordem de R$ 2 milhões para reposição de equipamentos, além de 391 transformadores atingidos por tiros”.

Queixas contra a Light aumentam mais de 50%

Segundo o presidente do Procon-RJ, Cássio da Conceição Coelho, que participou da audiência, o número de reclamações contra a Light já ultrapassa a casa dos 50% somente no primeiro trimestre deste ano, em relação a todo o ano de 2018. “Isso é um fator preocupante. A sugestão do Procon-RJ nesse momento para a Light é investir na conciliação com funcionários preparados dentro do Procon para atender ao consumidor no momento da reclamação e tentar solucionar o problema na hora”, comentou Cássio.

Já a presidente da CPI da Energia Elétrica da Assembleia Legislativa do Estado do Rio de Janeiro (Alerj), deputada Zeidan Lula (PT), afirmou que em função da gravidade da situação várias audiências públicas ainda serão realizadas nos próximos dias: “O que nós temos hoje é uma calamidade no serviço de energia elétrica. Precisamos resolver essas questões e criarmos uma parceria da Alerj com o Procon, Defensoria Pública e Ministério Público”.

Também estiveram presentes na audiência pública os deputados Jair Bittencourt (PP), Jorge Felippe Neto (PSD), Márcio Gualberto (PSL) e a deputada Mônica Francisco ((Psol)

- Publicidade -

Falando Nisso...
Conteúdo Relacionado

Mais Notícias
Conteúdo recomendado para você

Reforços do Vasco da Gama: Clube acerta a contratação de Jucilei, do São Paulo

O Gigante da Colina ainda busca dois laterais, um zagueiro e um camisa 10

Lei anticrime entra em vigor nesta quinta-feira (23)

Projeto foi sancionado pelo governo em 24 de dezembro de 2019

Prefeitura do Rio volta a pedir reabertura de instalações olímpicas

MPF pediu fechamento devido a falta de licenças obrigatórias

Moradores de prédios irregulares da Muzema são cadastrados no Rio

Condomínio irregular será desocupado posteriormente, diz prefeitura

“SBT Folia 2020” mostra todo o agito de Salvador entre os dias 21 e 25 de fevereiro

Helen Ganzarolli, Nadja Haddad e Léo Sampaio (apresentador da TV Aratu e especialista na folia baiana) irão comandar a festa

Série espanhola A ZONA estreia na HBO

A série contará com oito episódios, e reconta os eventos que se seguiram à explosão nuclear na Espanha

Riverdale retorna hoje na Warner Channel

Esse momento é seu, Riverdalian! A partir de hoje, 22 de janeiro, às 21h40*, Archie, Betty, Veronica e seus amigos estão de volta em episódios inéditos...

Vitor Kley, Oriente, 3030 e Atitude 67 fazem shows na Praia do Leblon

Em cenário paradisíaco, Tropikal Rio leva o melhor da música para o verão da praia do Leblon

Docas do Rio busca acordo com a EPL para utilizar infraestrutura de fibra óptica na Ponte Rio-Niterói

A CDRJ busca implantar, até o final de 2020, um Local Port Service (LPS) nos Portos do Rio de Janeiro e Niterói

Horóscopo de quinta-feira 23 de janeiro de 2020

Confira as previsões para o amor, dinheiro e saúde.

Luísa Sonza estreia na novela Amor de Mãe

Ela vive uma cantora famosa que vai convidar Ryan (Thiago Martins) para uma parceria musical.

Alerj solicita informações à Cedae sobre fornecimento de água

Parlamento Fluminense também oficiou Ministério Público Estadual e Tribunal de Contas