25.4 C
Rio de Janeiro
quarta-feira, 22 de maio de 2019 8:2136
- Publicidade -

Trabalhador contribuirá 40 anos para se aposentar com 100% do salário

- Publicidade -

O trabalhador precisará contribuir 40 anos para aposentar-se com 100% da média do salário de contribuição, informou hoje (20) o Ministério da Economia. A nova fórmula de cálculo do benefício substituirá o fator previdenciário, usado atualmente no cálculo das aposentadorias do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS).

Atualmente, os benefícios do INSS são calculados da seguinte forma: sobre 80% da média do salário de contribuição para a Previdência incide o fator previdenciário, que mistura expectativa de vida e tempo de contribuição. A aplicação do fator previdenciário resulta em aposentadorias mais elevadas para quem trabalha mais tarde e em benefícios menores caso a expectativa de vida da população aumente.

- Advertisement -

Pelas novas regras, o trabalhador com 20 anos de contribuição começará recebendo 60% da média das contribuições, com a proporção subindo dois pontos percentuais a cada ano até atingir 100% com 40 anos de contribuição. Caso o empregado trabalhe por mais de 40 anos, receberá mais de 100% do salário de benefício, algo vetado atualmente.

Durante o período de transição de 12 anos, no entanto, o limite de 100% continuará valendo, tanto para o setor público como o privado. Segundo o secretário de Previdência da Secretaria Especial de Previdência e Trabalho, Leonardo Rolim, o novo cálculo é mais simples que o fator previdenciário.

A proposta de reforma da Previdência está sendo detalhada no Ministério da Economia. Participam da entrevista o secretário especial adjunto de Previdência e Trabalho, Bruno Bianco; o secretário de Previdência, Leonardo Rolim, e o secretário adjunto de Previdência, Narlon Gutierre. Também dão explicações o procurador-geral adjunto de Gestão da Dívida Ativa da União, Cristiano Neuenschwander, e o diretor de Programa da Secretaria Especial de Previdência e Trabalho, Felipe Portela.

Últimas Notícias

Vasco da Gama terá de pagar R$ 400 mil ao Santos pelo empréstimo do atacante André

A determinação judicial é de que o clube de São Januário pague R$ 400.038,39, acrescida de correção monetária e juros de 1% ao mês.

Só clubes de primeira divisão poderão jogar torneios da Conmebol em 2020

A Confederação Sul-Americana divulgou os novos requisitos que os clubes admitidos na Copa Libertadores e na Sul-Americana

Diretor do Flamengo polemiza: “Mickey todo certinho, não foi a torcida”

Dirigente pois em xeque a capacidade intelectual da torcida rubro-negra

Marcos Paulo comemora boa sequência no Fluminense

Jovem atacante tem sido uma das opções do técnico Fernando Diniz

Governo publica decreto sobre armas; civis não podem adquirir fuzis

O novo decreto (nº 9.797, de 21 de maio 2019) está publicado no Diário Oficial da União desta quarta-feira (22).

Vasco da Gama segue analisando contratação de Giovani dos Santos

Luxemburgo e Campello analisam a contratação que além de cara é considerada de risco