22.2 C
Rio de Janeiro
quarta-feira, 22 de maio de 2019 6:1845
- Publicidade -

Buscas por sobreviventes em Brumadinho são retomadas, diz Defesa Civil

- Publicidade -

O tenente-coronel Flávio Godinho, coordenador da Defesa Civil de Minas Gerais, informou há pouco que foram retomadas as buscas por sobreviventes do rompimento da barragem de rejeitos mineradora Vale em Brumadinho, na região metropolitana de Minas Gerais, que ocorreu na sexta-feira (25). As buscas haviam sido suspensas por causa do risco de rompimento da barragem número 6, que é de água. Godinho afirmou ainda que não haverá mais retirada de moradores.

“Retomamos para o risco um [em uma escala de um a três de risco de rompimento]. A barragem não oferece risco para as pessoas que moram lá e nem para os bombeiros”, disse há pouco em entrevista aos jornalistas em Brumadinho.

- Advertisement -

Godinho afirmou que os moradores, que tinham sido deslocados, podem retornar às suas casas. “Podem retornar para suas casas”.

Cerca de 30 minutos antes, o Corpo de Bombeiros de Minas Gerais havia informado que o risco de rompimento da segunda barragem na Mina Córrego do Feijão, era no nível dois, em uma escala de um a três. Devido ao risco de rompimento, cerca de 3.000 pessoas seriam retiradas de casa

Segundo o Corpo de Bombeiros, a água da barragem está sendo bombeada para reduzir o risco. No momento, conforme o Corpo de Bombeiros, a barragem tem um volume de água equivalente a 840 mil metros cúbicos.

De acordo com Godinho, se houver mudança no nível, a população será avisada.

O prefeito de Brumadinho, Avimar de Melo Barcelos, confirmou que não há risco de rompimento da segunda barragem. “A gente acredita que essa barragem não vai estourar, porque ela está sendo esvaziada e monitorada. Ela não vai estourar, temos plena certeza”, afirmou.

Barcelos diz que a prefeitura aplicou uma multa de R$ 100 milhões à mineradora Vale, pelos danos causados ao município com rompimento da barragem da Mina Córrego do Feijão. Barcelos esteve há pouco com o presidente da Vale, Fabio Schvartsman. Segundo Barcelos, a Vale irá custear todas as despesas com a realocação de moradores retirados de suas residências após o desastre.

Acesso

A entrada da cidade será liberada, disse o chefe da Defesa Civil.

Sirenes e evacuação

Por volta das 5h30 da manhã de hoje (27), a companhia Vale acionou as sirenes de alerta pedindo para que os moradores deixassem suas casas, parte foi levada para pontos de encontro dentro do plano de emergência. Em comunicado, a Vale informou que havia sido detectado aumento dos níveis da água na região da Mina Córrego do Feijão. A barragem faz parte do complexo de Brumadinho.

Últimas Notícias

“Chega” de homofobia no futebol, pede Antoine Griezmann

"A homofobia não é uma opinião, é um crime", disse o atacante

Vasco da Gama chega a dois meses de salários atrasados e jogadores podem sair

O receio da diretoria é de perder peças importantes por conta da insatisfação com a situação a qual o clube chegou.

Caças dos EUA interceptam bombardeiros russos na costa do Alasca

A esquadra russa incluía dois bombardeiros estratégicos Tu-95, que foram interceptados na segunda-feira por dois caças F-22

Apenas 38,7% das vagas do Fies foram preenchidas no primeiro semestre

Das 100 mil vagas ofertadas, foram assinados 38.793 contratos

Embratur tem seu terceiro presidente em pouco menos de seis meses no governo Bolsonaro

Gilson Machado teve sua nomeação para o cargo publicada no Diário Oficial da União desta terça

Adidas, Puma e Nike consideram novas tarifas à China catastróficas

Trump elevou a 25% as tarifas já existentes sobre US$ 200 bilhões em produtos chineses

Fitch mantém nota de classificação de risco do Brasil

A agência manteve a perspectiva estável para o país, indicando que a classificação não deve ser alterada nos próximos meses.

Termina primeira audiência do julgamento de Cristina Kirchner

A audiência de hoje foi a primeira de um processo que deve durar o ano todo

Caixa começa a chamar candidatos aprovados no concurso de 2014

O presidente da Caixa, Pedro Guimarães, disse que as contratações têm por objetivo o fortalecimento da rede de agências, valorizando o atendimento aos clientes.