17.3 C
Rio de Janeiro
quarta-feira, 17 de julho de 2019 6:2248
- Publicidade -

Ministério da Justiça diz que não houve omissão sobre ameaças a Jean Wyllys

Publicidade

O Ministério da Justiça, responsável pela Polícia Federal, afirmou em nota, neste sábado (26), que lamenta a decisão do deputado federal Jean Wyllys (PSOL-RJ) de deixar o país por causa das ameaças de morte que vem sofrendo e negou que tenha havido omissão das autoridades.


Segundo a pasta, hoje comandada pelo ex-juiz Sergio Moro, a PF abriu diversos inquéritos em 2017 e 2018 para investigar ofensas e ameaças contra o deputado. As apurações, ainda segundo o ministério, estão em andamento e já identificaram um dos autores, que foi preso no ano passado.

Publicidade


O suspeito integrava um grupo autointitulado “Homens Sanctos” e usava a identidade falsa de Emerson Setim para fazer ameaças a Jean Wyllys, informou o ministério.


“O Ministério da Justiça e Segurança Pública repudia a conduta dos que se servem do anonimato da internet para covardemente ameaçar qualquer pessoa e em especial por preconceitos odiosos. Lamenta-se a decisão do deputado de deixar o país, mas não corresponde à realidade a afirmação de que há omissão das autoridades constituídas”, diz a nota.


Wyllys anunciou na quinta-feira (24) que decidiu renunciar ao terceiro mandato na Câmara dos Deputados devido às ameaças. Em entrevista à Folha de S.Paulo, o deputado disse que a Comissão Interamericana de Direitos Humanos da OEA (Organização dos Estados Americanos) emitiu uma medida cautelar sobre sua situação após eleição.


“O documento é claríssimo: é baseado em todas as denúncias que nós fizemos à Polícia Federal, no fato de que a Polícia Federal não avançou nas investigações sobre as ameaças contra mim. No fato de que a proteção era pífia”, declarou Wyllys.


O deputado, que está fora do país, vive com escolta policial desde que a vereadora Marielle Franco, do mesmo partido dele, foi assassinada no Rio em março do ano passado.

Assine nossa Newsletter

Para ser atualizado com as últimas notícias, ofertas e anúncios especiais.

Últimas Notícias

Dias Toffoli suspende processos que tenham dados sem autorização judicial prévia

Decisão afeta o caso do senador Flávio Bolsonaro (PSL-RJ), que teria feito uma movimentação atípica nas contas de Fabrício Queiroz, seu ex-assessor

Horóscopo de quarta-feira 17 de julho de 2019

Confira a previsão do horóscopo para o dia 17 de julho de 2019 e fique por dentro de tudo...

MetrôRio anuncia operação especial para partida do Flamengo na Copa do Brasil

Haverá trens extras e extensão de horário do embarque após o fim do jogo

Concursos e depressão: como lidar?

Por *Leonardo Chucrute - A depressão vem atingindo grande parte da população, principalmente naquelas pessoas que estão...

Passagens aéreas ficarão mais baratas a partir de setembro, anuncia ministro da Infraestrutura

Segundo Tarcísio Gomes de Freitas, empresas estrangeiras de baixo custo estão em conversas com o governo e têm interesse em atuar no Brasil

Simone Tebet diz que CCJ pode votar reforma da Previdência em três semanas

Três semanas é o prazo estimado pela presidente da Comissão de Constituição e Justiça (CCJ), senadora...

Vasco da Gama pede impugnação de jogo contra o Grêmio

O Vasco da Gama, como o Diário Carioca afirmou que faria, entrou, nesta segunda-feira (15/07), com um...

Paolla Oliveira registra ocorrência após polêmica com vídeo intimo de Verônica Radke

Paolla Oliveira compareceu no final da tarde desta segunda-feira, 15 a Delegacia de Repressão aos Crimes de...

Fluminense anuncia a contratação de Nenê, ex-Vasco da Gama

De olho em fortalecer ainda mais o plantel para o resto da temporada, o Fluminense acertou a...