- Publicidade -

Facebook muda regras e vai identificar “notícias falsas”

Os administradores poderão ver quais posts serão enquadrados na regra


O Facebook anunciou mudanças nas regras para as páginas dentro da plataforma. A principal delas é a identificação de publicações consideradas “notícias falsas” e que, em razão disso, têm a distribuição reduzida. Os administradores das páginas poderão ver quais mensagens foram enquadradas nesta categoria. Também terão acesso a outros conteúdos retirados por violarem as normas internas da companhia (os Parâmetros da Comunidade).

Os administradores de páginas passarão a ter acesso a uma “aba” denominada “Qualidade da Página”. Nela, ficarão listados os posts avaliados como “falsos”, “mistos” ou com “título falso”, conforme categorias definidas pela empresa. A classificação é feita por agências de checagem de fatos parceiras (conheça as regras de análise aqui). Até agora, quando uma publicação era marcada desta maneira não havia qualquer sinalização nem ao autor nem aos administradores de páginas. O autor, contudo, seguirá sem ser notificado.

A redução de alcance de conteúdos considerados “notícias falsas” vem sendo adotada pela rede social, sem remover os posts mas criando obstáculos a sua difusão. “Esperamos que isso forneça às pessoas as informações necessárias para policiar comportamentos inadequados de administradores de uma mesma página, entender melhor nossos Padrões da Comunidade e, em alguns casos, nos informar quando acreditarem que tomamos uma decisão incorreta sobre um determinado conteúdo”, afirmou a empresa em comunicado oficial. No Brasil, o Facebook estabeleceu parceria com entidades de checagem de fatos, como a Agência Lupa, aos Fatos e France Press para verificar circulação de notícias falsas durante as eleições de 2018.

Conteúdos removidos

Além das publicações classificadas como “notícias falsas”, os administradores de páginas poderão ver também os conteúdos removidos por não respeitarem as normas internas, os chamados Parâmetros da Comunidade. Entram aí mensagens enquadradas como “discurso de ódio”, “violência”, “conteúdo explícito”, “assédio”, “bullying”, “produtos controlados”, “nudez adulta”, “atividades sexuais” e “apoio ou glorificação de indivíduos não permitidos no Facebook”.

Os posts apontados dentro dessas categorias já eram retirados, mas sem explicação. Com isso, o administrador poderá ver as publicações banidas. Segundo o anúncio do Facebook, o administrador passa também a poder contestar uma remoção. Alguns tipos de derrubada não serão informados nesse processo, como “spam”, “posts caça-cliques” ou “violações de propriedade intelectual”.

Reincidência

Outra medida anunciada foi a fiscalização mais rígida de autores de páginas removidas. A plataforma já impedia a criação de um espaço deste tipo semelhante a um derrubado por violar as normas internas. Mas, segundo a companhia, foram identificadas “pessoas trabalhando para contornar nossa política, usando páginas existentes que elas já gerenciavam para o mesmo propósito que a página removida por violar nossas políticas”.

Em resposta a isso, o Facebook poderá retirar outras páginas de autores de páginas removidas mesmo que aquelas não tenham incorrido em alguma violação. Para fazer isso, explicou a plataforma, será avaliado “um amplo conjunto de sinais”, como os administradores ou se o nome é similar.

Medida “tímida”

Na avaliação do mestre em direito e pesquisador do Instituto Beta Paulo Rená, as medidas anunciadas sinalizam para maior transparência na remoção de conteúdos, mas ainda são “tímidas” e podem “não fazer muita diferença”.

“Não me parece haver nenhum indicativo de mais permeabilidade do Facebook para ouvir a comunidade. Isso pode manter a situação de inércia perante falsos positivos, quando conteúdos legítimos são removidos sem que haja real possibilidade de reação pelas pessoas interessadas; ou quando conteúdos ofensivos, especialmente relacionados a discurso de ódio, são mantidos online a despeito de protestos na própria rede”.

Já a advogada e integrante do Comitê Gestor da Internet no Brasil Flávia Lefévre argumenta que a despeito das novas regras, permanece o problema dos Parâmetros da Comunidade serem pouco transparentes. Ela cita casos, como situações que ela própria viveu, em que usuários têm conteúdos removidos e mesmo após questionamento o Facebook não explica a razão da remoção ou reverte a situação.

“A remoção de conteúdos acontece com base em critérios dos tais Padrões da Comunidade, que não são claros. Essa prática se configura como arbitrariedade com alto risco para a liberdade de expressão. Essa prática deveria estar ancorada em critérios claros e relacionados às leis brasileiras e em concordância com a jurisprudência”, defende a advogada.

- Advertisement -

Assine nossa Newsleter

Receba as principais notícias do Brasil e do mundo em seu email

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Mais Notícias Relacionado
Recomendado para você

- Patrocinado -
- Publicidade -

Governo anuncia medidas para combater incêndios na Amazônia

Presidente Jair Bolsonaro autorizou atuação das Forças Armadas na região para combater atividades ilegais e conter o avanço das queimadas e autorizou o IBAMA a contratar brigadistas temporários

Trump chega à França para participar da cúpula do G7

O avião do presidente norte-americano pousou no Aeroporto de Merignac, em Bordéus, sudoeste da França,

Lava-Jato investiga ex-presidente da Petrobras e sócio do banco BTG Pactual

PF investiga crimes de organização criminosa, corrupção ativa e passiva e lavagem de dinheiro, após delação do ex-ministro Antonio Palocci

Bolsonaro diz que incêndios na Amazônia não podem gerar sanções ao Brasil

Presidente fez pronunciamento nesta sexta falando sobre a Amazônia

Babilônia Feira Hype entrega novo gramado na Praça das Figueiras

O evento de entrega do gramado vai acontecer no sábado, 24, às 15h

Bruna Caram lança “Alívio”, seu trabalho mais autoral

O destaque fica para a faixa Certas Canções que já ganhou um clipe

Marcos Jr comenta escalação do Vasco da Gama para encarar o São Paulo

Volante comentou nova formação e exaltou atmosfera de São Januário

Nova temporada de Marvel’s Agents of S.H.I.E.L.D. chega ao Sony Channel

A sexta temporada, que estreia no dia 27 de agosto, às 22h55, terá 13 episódios, ao invés dos 22 de anos anteriores.
- Publicidade -

Brasil gerou 43,8 mil empregos formais em julho

É o quarto mês consecutivo com saldo positivo na geração de empregos

Anvisa e Vigilância Sanitária do Rio realizam operação no Galeão

De olho na prevenção de riscos à saúde, ação resultou em 15 infrações no aeroporto que, a partir desse sábado, 24, vai operar também os voos do Santos Dumont

Raquel Dodge prorroga força-tarefa da Lava Jato por um ano

A equipe também continuará com orçamento de aproximadamente R$ 800 mil para gastos com pagamentos de diárias e passagens para procuradores e servidores que estiverem no trabalho de investigação

Governo está procurando terrorista da Al Qaeda no Brasil

A informação foi dada por Sergio Moro e Ernesto Araújo.

Preço do gás natural pode cair 60% em dois anos

A expectativa do Governo do Estado é terminar os estudos sobre essa revisão em três meses

Flutuante Rio traz Música no Deck com Prislla Dj

DJ desembarca de turnê na Europa agitando os cariocas

Peça infantil ‘A Lâmpada Mágica’ é atração do West Shopping

A entrada é gratuita com classicação livre

Flamengo e São Paulo ‘secam’ o Santos em busca da liderança

Peixe pega o Fortaleza na Vila Belmiro, enquanto Tricolor e Mengão jogam fora de casa

Resultado das eleições primárias da Argentina surpreendeu tanto macristas quanto kirchneristas, avalia professor

O atual presidente Maurício Macri perdeu para a chapa de Cristina Kirchner e Alberto Fernandez por 10 pontos percentuais

Chapa Fernández-Kirchner vence eleições primárias na Argentina

A inflação na Argentina terminou o primeiro semestre deste ano em 22%, e 32% da população se encontram na linha da pobreza.

‘Prévia’ do PIB mostra necessidade de aprovação de reformas para país voltar a crescer, aponta economista

IBC-Br, medido pelo Banco Central, indicou recuo de 0,13% no 2º trimestre deste ano

ENCCEJA: prova será em 25 de agosto

A avaliação é destinada a brasileiros que não concluíram o ensino fundamental ou médio em idade adequada.

Guedes sobre recuperação econômica: “Tenham um pouco de paciência”

Em sua fala, Guedes fez uma longa defesa de políticas liberais contra o “atraso cognitivo”

Coxinha: o salgado mais brasileiro ganha diferentes versões em bares e restaurantes cariocas

Confira releituras cariocas do salgado queridinho da família imperial

Confira a escalação do Vasco da Gama contra o São Paulo

Com quase 80% de aproveitamento em jogos em São Januário na temporada, o Vasco conta mais uma vez com a força da torcida
video

MARIA lança clipe da música “Acabou”

Novo single autoral inicia série de lançamentos e novidades da artista carioca
- Publicidade -
- Publicidade -

Deu o que falarPOPULAR
As noícias mais lidas da semana

Brasil gerou 43,8 mil empregos formais em julho

É o quarto mês consecutivo com saldo positivo na geração de empregos

Peça infantil ‘A Lâmpada Mágica’ é atração do West Shopping

A entrada é gratuita com classicação livre

‘De Férias com o Ex Brasil: Celebs’ tem ex-BBB, ex-Fazenda, ex-Chiquititas e ex-The-Voice

Pabllo Vittar e Vitor Kley farão participações musicais na temporada