Cerimônia de posse da nova coordenadora da Lei Seca, Delegada Verônica. - Foto: Philippe Lima
Cerimônia de posse da nova coordenadora da Lei Seca, Delegada Verônica. - Foto: Philippe Lima

A delegada da Polícia Civil, Verônica Stiepanowez de Oliveira, tomou posse, nesta quarta-feira (9/1), como coordenadora-geral da Operação Lei Seca, no auditório do prédio anexo, do Palácio Guanabara. Ela substitui o tenente-coronel Marco Andrade, que esteve na função por nove anos. A delegada está na corporação desde 2002 e foi lotada nas principais delegacias da Baixada Fluminense e do Interior do estado.

– Reforçarei o programa no Interior de nosso Estado com toda sua estrutura, consolidando a marca de qualidade e presença do Governo – disse Verônica Stiepanowez.

- Publicidade -


Segundo a delegada, a ampliação dos programas educacionais, para reforçar a política de prevenção, principalmente com o aumento de palestras em escolas e outros espaços, é prioridade.


O secretário de Governo, Gutemberg de Paula Fonseca, enfatizou o sucesso da Operação Lei Seca no Estado do Rio de Janeiro.


– O governador Wilson Witzel deseja dar continuidade ao programa, que é um case de sucesso. Vamos expandi-lo e levá-lo para o maior número de municípios, para continuar com o grande objetivo da ação, que é salvar vidas – afirmou o secretário.


O tenente-coronel Marco Andrade agradeceu pelo empenho e dedicação de toda equipe da Lei Seca, a quem chamou de família OLS e destacou resultados positivos da operação.


– Volto para casa (PMERJ) com a sensação do dever cumprido, tendo a certeza de que sempre procurei elevar o nome do Estado do Rio de Janeiro e da PM. Fomos reconhecidos nacionalmente, por todos os poderes da república. Nosso trabalho, hoje, é referência para 23 estados da federação. – disse o coronel.

Deixe seu comentário