- Publicidade -

Crivella vai recorrer de liberação de pedágio na Linha Amarela

- Publicidade -

O prefeito do Rio de Janeiro, Marcelo Crivella, anunciou que o município vai recorrer da liminar que permitiu à Lamsa, concessionária que administra a Linha Amarela, voltar a cobrar pedágio no sentido Fundão da via expressa, que liga a Avenida Brasil ao outro extremo da cidade, na Barra da Tijuca. Somente no sentido Fundão passam diariamente, em média, 91 mil veículos.

Na última quinta-feira,(20), Crivella assinou decreto determinando o fim da cobrança do pedágio no sentido Ilha do Fundão por 19 meses. Em auditoria feita por uma comissão das secretarias municipais de Transportes, de Infraestrutura e Habitação e da Controladoria-Geral do Município foram encontradas cobranças irregulares por parte da Lamsa, que somam cerca de R$ 223,9 milhões. A forma mais justa de devolução desses valores, segundo o prefeito, é beneficiar o usuário com a redução da tarifa, pela suspensão da cobrança em um dos sentidos da via.

- Publicidade -

De acordo com Crivella, foi uma decisão (a liminar que determinou a volta da cobrança) que trouxe imenso desalento, até porque o Ministério Público tinha decidido, junto com a prefeitura. “Decidiu a nosso favor. O que alega a juíza? Que o processo administrativo não tinha encerrado. Mas isso não desobriga o prefeito de tomar uma decisão, na medida em que todo o parecer técnico comprovava que havia grave prejuízo à economia popular, às pessoas, e foi o que fiz”, avaliou.

“Estamos tentando [derrubar a decisão judicial], e se não conseguirmos, vamos pedir a suspensão da liminar ao presidente do TJ [Tribunal de Justiça]. Importante é que o povo inteiro do Rio de Janeiro sabe que é uma causa justa, não é possível pedágio a R$ 14,40 [nos dois sentidos da travessia], é muito caro. E se compararmos com a Ponte Rio-Niterói, a discrepância é ainda maior. Tenho certeza de que vamos vencer essa batalha, para o bem do povo do Rio”, completou o prefeito. A tarifa na ponte Rio-Niterói é de R$ 4,30 e cobrada apenas em um sentido.

A auditoria da prefeitura encontrou cobrança até 60 vezes maior por serviços realizados na Linha Amarela. Um exemplo é o preço cobrado pela movimentação de placas de sinalização de trânsito, instaladas para orientação dos motoristas. A planilha de custos da prefeitura estabelece esse valor em R$ 1.000 para uma placa de dez metros quadrados. A Lamsa, porém, cobrou R$ 60 mil pelo serviço. 

- Publicidade -

Falando Nisso...
Conteúdo Relacionado

Mais Notícias
Conteúdo recomendado para você

Reforços do Vasco da Gama: Clube acerta a contratação de Jucilei, do São Paulo

O Gigante da Colina ainda busca dois laterais, um zagueiro e um camisa 10

Lei anticrime entra em vigor nesta quinta-feira (23)

Projeto foi sancionado pelo governo em 24 de dezembro de 2019

Prefeitura do Rio volta a pedir reabertura de instalações olímpicas

MPF pediu fechamento devido a falta de licenças obrigatórias

Moradores de prédios irregulares da Muzema são cadastrados no Rio

Condomínio irregular será desocupado posteriormente, diz prefeitura

“SBT Folia 2020” mostra todo o agito de Salvador entre os dias 21 e 25 de fevereiro

Helen Ganzarolli, Nadja Haddad e Léo Sampaio (apresentador da TV Aratu e especialista na folia baiana) irão comandar a festa

Série espanhola A ZONA estreia na HBO

A série contará com oito episódios, e reconta os eventos que se seguiram à explosão nuclear na Espanha

Riverdale retorna hoje na Warner Channel

Esse momento é seu, Riverdalian! A partir de hoje, 22 de janeiro, às 21h40*, Archie, Betty, Veronica e seus amigos estão de volta em episódios inéditos...

Vitor Kley, Oriente, 3030 e Atitude 67 fazem shows na Praia do Leblon

Em cenário paradisíaco, Tropikal Rio leva o melhor da música para o verão da praia do Leblon

Docas do Rio busca acordo com a EPL para utilizar infraestrutura de fibra óptica na Ponte Rio-Niterói

A CDRJ busca implantar, até o final de 2020, um Local Port Service (LPS) nos Portos do Rio de Janeiro e Niterói

Horóscopo de quinta-feira 23 de janeiro de 2020

Confira as previsões para o amor, dinheiro e saúde.

Luísa Sonza estreia na novela Amor de Mãe

Ela vive uma cantora famosa que vai convidar Ryan (Thiago Martins) para uma parceria musical.

Alerj solicita informações à Cedae sobre fornecimento de água

Parlamento Fluminense também oficiou Ministério Público Estadual e Tribunal de Contas