Libertadores 2018

O São Paulo estreia contra um time argentino na Copa Libertadores da América. Em sorteio realizado nesta segunda-feira (17), em Luque (Paraguai), ficou determinado que o time tricolor vai encarar o Talleres na segunda fase preliminar. Se passar por essa etapa, ainda terá de ganhar de Independiente Medellín (COL) ou Palestino (CHI) para entrar na fase de grupos.

Se superar a etapa preliminar de mata-mata, o São Paulo será levado ao Grupo A e terá adversários nada fáceis. Essa chave é encabeçada pelo River Plate, atual campeão continental, e ainda tem a presença do Internacional. O Alianza Lima, do Peru, completa o grupo.

- Publicidade -


O Atlético-MG, também na segunda fase da pré-Libertadores, irá enfrentar o Danubio, do Uruguai. Antes de seguir à fase de grupos, ainda há a terceira fase da pré-competição. Nesse caso, o Atlético pode encarar um representante ainda não definido da Bolivia, Defensor (URU) ou Barcelona (EQU).


Se avançar à fase de grupos, o Atlético-MG vai cair na chave E, encabeçada pelo Nacional (URU). Os outros times são Cerro Porteño (PAR) e Zamora (VEN).


O Palmeiras também deve ter adversários indigestos. A equipe alviverde é cabeça de chave do Grupo F e já tem dois rivais definidos: San Lorenzo (ARG) e Junior Barranquilla (COL). O outro vem da pré-Libertadores, podendo ser Melgar (PER), Universidad de Chile (CHI), Caracas (VEN), Nacional (PAR) e Delfín (EQU).


O Grupo B tem como representante brasileiro o Cruzeiro, que enfrentará Emelec (EQU), Huracan (ARG) e Deportivo Lara (VEN).
O Flamengo, no Grupo D, encara Peñarol (URU), LDU (EQU) e um representante boliviano ainda indefinido.


O Atlético-PR ficou no Grupo G, com Boca Juniors (ARG), Tolima (COL) e Jorge Wilstermann (BOL).


Fechando a definição de brasileiros, o Grêmio é outro time com uma chave complicada. No Grupo H, o campeão da Libertadores de 2017 encara o Rosário Central, a Universidad Católica e um adversário da pré-Libertadores, podendo ser até Nacional de Medellín (campeão da Libertadores de 2016) e Libertad (PAR).

A edição de 2019 da Libertadores terá final disputada em partida única, em Santiago, no Chile, no dia 23 de novembro. Além disso, a Conmebol deve implementar o VAR mais cedo, a partir das oitavas de final. Serão distribuídos R$ 600 milhões em premiações, com o campeão tendo direito a R$ 47 milhões, o dobro do ano passado.

Confira os duelos:

Pré-Libertadores:

1ª fase
E1 – Nacional-PAR x Delfim-EQU
E2 – Real Garcilaso-PER x Deportivo La Guaira-VEN
E3 – Defensor Sporting-URU x Bolívia 4

2ª fase
C1: Danubio-URU x Atlético-MG
C2: Melgar-PER x U. de Chile
C3: Bolívia 3 x Libertad-PAR
C4: Palestino-CHI x Independiente Medellín-COL
C5: Talleres-ARG x São Paulo
C6: E2 x Atlético Nacional-COL
C7: E1 x Caracas-VEN
C8: E3 x Barcelona-EQU

3ª fase
G1 – Vencedor C1 x vencedor C8
G2 – Vencedor C2 x vencedor C7
G3 – Vencedor C3 x vencedor C6
G4 – Vencedor C4 x vencedor C5

Fase de grupos:

Grupo A
River Plate-ARG
Internacional
Alianza Lima-PER
G4

Grupo B
Cruzeiro
Emelec-EQU
Huracan-ARG
Deportivo Lara-VEN

Grupo C
Olímpia-PAR
Sporting Cristal-PER
Godoy Cruz-ARG
Universidad Concepción-CHI

Grupo D
Peñarol-URU
Flamengo
LDU-EQU
Bolivia 2

Grupo E
Nacional-URU
Cerro Porteño-PAR
Zamora-VEM
G1

Grupo F
Palmeiras
San Lorenzo-ARG
Junior Barranquilla-COL
G2

Grupo G
Boca Juniors
Atlético-PR
Jorge Wilstermann-BOL
Tolima-COL

Grupo H
Grêmio
Universidad Católica-CHI
Rosario Central-ARG
G3

Deixe seu comentário