Foto: Marcelo Camargo/Agência Brasil
Foto: Marcelo Camargo/Agência Brasil

Líderes dos caminhoneiros, em reunião comandada por Wallace Landin, conhecido como Chorão e um dos principais representantes do setor, decidiram não aderir a uma eventual nova paralisação neste momento.
Os trabalhadores avaliavam a medida após o ministro do STF Luiz Fux suspender as multas para empresas que não cumprissem as tabelas de preço mínimo para o frete.

Entre os motivos para não parar, estão a promessa de que a Advocacia-Geral da União entrará com recurso contra a liminar de Fux e a iminente posse de Jair Bolsonaro (PSL), do qual esperam boa vontade.

- Publicidade -

Deixe seu comentário