23.7 C
Rio de Janeiro
sábado, 25 de maio de 2019 2:3405
- Publicidade -

Final no surfe tem contraste entre Medina badalado e Filipinho ‘esquecido’

- Publicidade -

O Circuito Mundial de Surfe desembarca em Pipeline (Havaí) com a última etapa da temporada a partir deste sábado (8) -a janela vai até 20 de dezembro. São três candidatos ao título, entre eles dois brasileiros: Gabriel Medina e Filipe Toledo. Os dois vivem contrastes nas expectativas fora d´água mesmo dentro do Brasil.

Medina é o líder do ranking, principal favorito para a conquista e chega ao Havaí badalado. Na última quinta-feira (6), um vídeo publicado nas redes sociais lançou a hashtag #VaiMedina com mensagens de celebridades, entre elas Neymar, Gisele Bündchen, Cesar Cielo, Ronaldinho, Anitta, entre outros. “O Brasil inteiro está te esperando. Venha com a taça”, disse Pelé no vídeo.

- Advertisement -

O surfista de Maresias soma 56.190 pontos, contra 51.450 pontos tanto de Filipinho quanto do australiano Julian Wilson (o outro surfista na disputa), e só precisa chegar à final para conquistar seu segundo título, independentemente dos resultados dos outros dois concorrentes. Em 2014, ele se tornou o primeiro brasileiro a alcançar tal feito.

Se Medina parar na semifinal, Filipe e Julian precisam vencer em Pipeline. Caso o campeão de 2014 termine entre as quartas de final e a segunda fase, os outros dois surfistas garantem o título chegando na final.

O favoritismo e a badalação ao lado de Medina fizeram Filipinho chegar à última etapa sem grande alarde no Brasil. O surfista de Ubatuba liderou o ranking no melhor ano de sua carreira, venceu no Rio e em J-Bay (África do Sul), mas viu o rival assumir a ponta na corrida pelo título após dois resultados ruins nas últimas duas etapas, quando caiu logo na 3ª rodada.

O desafio para Filipe ainda passa pelos tubos. Especialista em aéreos, ele mostrou evolução em 2018 ao chegar à semifinal no Taiti, na onda tubular de Teahupoo, mas agora precisará ir além em Pipeline, onde os tubos valem mais pontos que as manobras. O melhor resultado dele lá foram as quartas de final em 2014.

Já Medina foi muito regular desde o início do ano e também venceu duas vezes (no Taiti e na piscina de ondas nos EUA), além de ter chegado a três semifinais e outras três quartas de final.

Nas últimas quatro etapas, venceu duas e chegou a duas semis, o que foi decisivo para liderar o ranking e ainda abrir vantagem para os outros concorrentes. Ele nunca ganhou em Pipe, mas já fez duas finais no Havaí.

Últimas Notícias

Rescisão de Maxi López do Vaso da Gama aborrece Leandro Castan e outros nomes podem sair

Fernando Miguel, Yago Pikachu, Leandro Castán e Bruno César estão descontentes e com o pé atrás.

Agenor comemora momento do Fluminense: ‘Estamos em uma crescente’

Tricolor vem de duas goleadas na sequência, diante de Cruzeiro e Atlético Nacional-COL

Everton Ribeiro aposta em sequência de jogos do Flamengo em casa para embalar

Mais Querido irá enfrentar Athletico Paranaense, Fortaleza e Corinthians no Rio de Janeiro

Edmundo diz que Vasco da Gama propôs rescisão para Maxi López

Além disso, Edmundo afirmou que a diretoria do Vasco da Gama age com incoerência no assunto.

Maxi López, que deve rescindir com o Vasco da Gama, teria proposta do Ceará

Coincidência, ou não, o Ceará foi o mesmo destino de Thiago Galhardo, que rescindiu com o clube na justiça.

Neymar se apresentará à seleção brasileira neste sábado

Alisson e Roberto Firmino serão os últimos a se juntarem ao restante do elenco brasileiro

Partidários de Bolsonaro se mobilizam para pressionar o Congresso

Os principais apoios às manifestações de domingo partem de núcleos tão diversos como os discípulos de Olavo de Carvalho, o "guru" ideológico de Bolsonaro, grupos de extrema-direita e sindicatos de caminhoneiros.

Brasileiro Karim Ainouz ganha prêmio Um Certo Olhar, em Cannes

O filme é uma "denúncia do patriarcado e do prejuízo que pode causar", disse Ainouz.

Modelo que morreu durante o SPFW tinha problemas cardíacos, aponta laudo

O documento aponta que o jovem teve um mal súbito por conta de uma cardiopatia não diagnosticada anteriormente