22.5 C
Rio de Janeiro
quarta-feira, 22 de maio de 2019 8:2526
- Publicidade -

Corinthians confirma acerto com Carille e espera anunciá-lo até sábado

- Publicidade -

 Fábio Carille, 45, está de volta ao Corinthians. Sete meses após deixar o clube rumo ao Al Wehda, da Arábia Saudita, o técnico foi repatriado pelo time paulista para substituir Jair Ventura, 39, demitido na segunda-feira (3), um dia após o término do Campeonato Brasileiro. 


À reportagem, o diretor de futebol da equipe alvinegra, Duílio Monteiro Alves, confirmou o acerto com o treinador e disse que o anúncio oficial deverá ser feito até sábado (8). O clube vai pagar a multa rescisória do técnico.

- Advertisement -


“A negociação está muito adiantada. Estamos esperando alguns detalhes, que estamos resolvendo hoje mesmo [sexta, 7]. Então, nossa expectativa é anunciar hoje ou até amanhã”, afirmou o dirigente. “Existe uma multa contratual, a gente não fala em valores, mas o Corinthians vai cumprir o contrato dele fazendo o pagamento dessa multa”, acrescentou.


Para tirar Carille do Al Wehda, o Corinthians vai desembolsar cerca de US$ 750 mil (R$ 2,9 milhões), valor previsto como multa no contrato do treinador com o título árabe.


Ainda de acordo com Duílio, o técnico já tem participado planejamento do Corinthians para 2019.


“Ainda falta alguns detalhes, mas a partir do momento em que chegamos a um acordo com ele [Carille], a gente passou a conversar com sobre o planejamento. Lógico que ele tem a função dele lá como treinador, a gente tem muito cuidado com isso para que ele saia e deixe a porta aberta, como ele deixou aqui no Corinthians”, afirmou o diretor.


Em sua volta ao Parque São Jorge, Fábio Carille terá a missão de resgatar os bons resultados que o time conseguiu sob o seu comando.


Com Jair Ventura à frente da equipe, o time alvinegro ficou apenas na 13ª colocação do último Campeonato Brasileiro e brigou até a penúltima rodada para evitar o risco de um novo rebaixamento.


Foi um cenário bem diferente daquele deixado por Carille. Efetivado como técnico do Corinthians em dezembro de 2016, o ex-auxiliar iniciou sua jornada no ano seguinte e comandou a equipe em 104 jogos, com 55 vitórias, 30 empates e 19 derrotas, um aproveitamento de 62,5%, rendimento que o levou as conquistas do bicampeonato paulista (2017 e 2018) e do Brasileiro de 2017.


Ex-auxiliar de Tite, em quem sempre espelhou o seu trabalho, Carille resgatou o estilo de futebol com o qual torcida corintiana mais se identifica: armou um forte sistema defensivo e um ataque cirúrgico.
O maior reflexo dessa filosofia de jogo ocorreu no primeiro turno do Nacional de 2017, quando o Corinthians passou 19 jogos invicto, com 14 vitórias e 5 empates, desempenho fundamental para a confirmação do título no fim da temporada.


Quando o técnico se transferiu para o Al Wehda, já em maio deste ano, a diretoria corintiana tentou repetiu a fórmula que deu certo com ele e efetivou o então auxiliar Osmar Loss (43). Em 25 jogos, ele teve aproveitamento de 46,6%, com dez vitórias, cinco empates e dez derrotas, duas delas nas oitavas de final da Libertadores, diante do Colo Colo, que resultaram na eliminação do Corinthians.


Foi justamente a queda diante dos chilenos que provocou a demissão de Loss em setembro, quando o time paulista foi buscar Ventura.


Nesta segunda passagem, o treinador carregará uma pressão diferente daquela que teve quando assumiu o time alvinegro pela primeira vez. Além de não ser mais uma aposta, defenderá a marca de ter o terceiro melhor aproveitamento entre os técnicos corintianos nesta década, com 62,5%, abaixo apenas de Tite (69,8%, entre 2015 e 2016) e Mano Menezes (64,5%, entre 2008 e 2010).


Isso, porém, não será nada fácil com o atual elenco alvinegro. Desde a conquista do Brasileiro de 2017, o time passou por um desmanche.

Seis titulares daquela campanha vitoriosa deixaram o clube: Pablo, Balbuena, Arana, Rodriguinho, Maycon e Jô. As peças de reposição não deram conta do recado, tanto que a equipe alvinegra lutou para não cair este ano.


Justamente por causa disso a torcida não está satisfeita apenas com o retorno de Carille. Os corintianos esperam por reforços, algo que será difícil para o clube buscar em grande quantidade, uma vez que a dívida atual do Corinthians superou os R$ 500 milhões neste semestre. Este valor não contabiliza o financiamento do Itaquerão, com dívida na casa de R$ 1,2 bilhão.

Últimas Notícias

“Chega” de homofobia no futebol, pede Antoine Griezmann

"A homofobia não é uma opinião, é um crime", disse o atacante

Vasco da Gama chega a dois meses de salários atrasados e jogadores podem sair

O receio da diretoria é de perder peças importantes por conta da insatisfação com a situação a qual o clube chegou.

Caças dos EUA interceptam bombardeiros russos na costa do Alasca

A esquadra russa incluía dois bombardeiros estratégicos Tu-95, que foram interceptados na segunda-feira por dois caças F-22

Apenas 38,7% das vagas do Fies foram preenchidas no primeiro semestre

Das 100 mil vagas ofertadas, foram assinados 38.793 contratos

Embratur tem seu terceiro presidente em pouco menos de seis meses no governo Bolsonaro

Gilson Machado teve sua nomeação para o cargo publicada no Diário Oficial da União desta terça

Adidas, Puma e Nike consideram novas tarifas à China catastróficas

Trump elevou a 25% as tarifas já existentes sobre US$ 200 bilhões em produtos chineses

Fitch mantém nota de classificação de risco do Brasil

A agência manteve a perspectiva estável para o país, indicando que a classificação não deve ser alterada nos próximos meses.

Termina primeira audiência do julgamento de Cristina Kirchner

A audiência de hoje foi a primeira de um processo que deve durar o ano todo

Caixa começa a chamar candidatos aprovados no concurso de 2014

O presidente da Caixa, Pedro Guimarães, disse que as contratações têm por objetivo o fortalecimento da rede de agências, valorizando o atendimento aos clientes.