- Publicidade -

Lula diz que Moro saiu do armário em que escondia natureza política

O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) afirmou que o ex-juiz Sergio Moro “saiu do armário em que escondia sua verdadeira natureza” e dissipou qualquer dúvida sobre seu engajamento político contra o PT no momento em que aceitou comandar o Ministério da Justiça de Jair Bolsonaro (PSL).

Em carta enviada ao Diretório Nacional do PT nesta sexta-feira (30), em Brasília, Lula disse que o superministério dirigido por Moro vai aprofundar a perseguição ao PT e aos movimentos sociais, valendo-se de “métodos arbitrários e ilegais da Operação Lava Jato”.

“Se alguém tinha dúvidas sobre o engajamento político de Sergio Moro contra mim e contra nosso partido, ele as dissipou ao aceitar ser ministro da Justiça de um governo que ajudou a eleger com sua atuação parcial. Moro não se transformou no político que dizia não ser. Simplesmente saiu do armário em que escondia sua verdadeira natureza”, disse o ex-presidente no texto lido por Luiz Dulci, diretor do Instituto Lula.

“[…] Bolsonaro tem um único propósito em mente, que é continuar atacando o PT. Ele não desceu do palanque e não pretende descer. Temos de nos preparar para novos ataques, que já começaram, como vimos nas novas ações, operações e denúncias arranjadas que vieram neste primeiro mês depois das eleições”, completou.

Preso desde abril em Curitiba, Lula agradeceu à militância por ter sustentado sua candidatura ao Planalto “até as últimas consequências” -o petista foi barrado pela Justiça Eleitoral em setembro, com base na Lei da Ficha Limpa, e teve seu nome substituído pelo de Fernando Haddad- e afirmou que a sigla precisa se reconectar com o povo.

“Temos de voltar às ruas, às fábricas, aos bairros e favelas, falar a linguagem do povo, nos reconectar com as bases, como disse o Mano Brown”, escreveu o ex-presidente.

Durante o segundo turno da eleição presidencial, o rapper fez duras críticas ao PT durante um comício em apoio a Haddad no Rio e afirmou que o partido merecia perder por “não conseguir falar a língua do povo”.

A avaliação de Lula é que esta “não foi uma eleição normal”, mas que o PT conseguiu vitórias importantes ao eleger uma bancada de 56 deputados -a maior da Câmara-, além de quatro senadores e quatro governadores.

“Como diz a companheira Gleisi [Hoffmann, presidente da sigla], não temos de pedir desculpas por sermos grandes, se foi o eleitor que assim decidiu”.

No momento em que partidos de centro-esquerda exigem uma autocrítica do PT e articulam blocos de atuação sem a sigla do ex-presidente, Lula disse que é preciso “atuar em conjunto com todas as forças da esquerda, da centro-esquerda e do campo democrático, num exercício cotidiano de resistência”.

Leia abaixo a íntegra da carta de Lula:
“Companheiras e companheiros,

Do fundo do meu coração, agradeço por tudo o que fizeram neste processo eleitoral tão difícil que vivemos, absolutamente fora da normalidade democrática. Quero que levem meu abraço e minha gratidão a cada militante do nosso partido, pela generosidade e coragem diante da mais sórdida campanha que já se fez contra um partido político neste país.
Agradeço à companheira Gleisi Hoffmann e a toda a nossa direção nacional, por terem mantido o PT unido em tempos tão difíceis; por terem sustentado minha candidatura até as últimas consequências e por terem se engajado totalmente, com muita força, na candidatura do companheiro Fernando Haddad.

Agradeço ao companheiro Fernando Haddad por ter se entregado de corpo e alma à missão que lhe confiamos. Ele enfrentou com dignidade as mentiras, a violência e o preconceito. Saiu das eleições como um líder brasileiro reconhecido internacionalmente.

Agradeço à companheira Manuela D’Ávila e aos partidos que nos acompanharam com muita lealdade nessa jornada.

Saúdo os quatro governadores que elegemos, em especial a companheira Fátima Bezerra, e também os que não conseguiram a reeleição mas não desistiram da luta nem dos nossos ideais. Saúdo os senadores e deputados eleitos e todos os que, generosamente, se lançaram candidatos, fortalecendo a votação em nossa legenda.

A luta extraordinária de vocês nos levou a alcançar 47 milhões de votos no segundo turno. Apesar de toda perseguição, de todas as tramoias que fizeram contra nós, o PT continua sendo o maior e mais importante partido popular deste país. E isso nos coloca diante de imensas responsabilidades.

O povo brasileiro nos deu a missão de manter acesa a chama da esperança, o que significa a defesa da democracia, do patrimônio nacional, dos direitos dos trabalhadores e do povo que mais precisa. Tudo isso está ameaçado pelo futuro governo, que tem como objetivo aprofundar os retrocessos implantados por Michel Temera partir do golpe que derrubou a companheira Dilma Rousseff em 2016.

Esta não foi uma eleição normal. O povo brasileiro foi proibido de votar em quem desejava, de acordo com todas as pesquisas. Fui condenado e preso, numa farsa judicial que escandalizou juristas do mundo inteiro, para me afastar do processo eleitoral. O Tribunal Superior Eleitoral rasgou a lei e desobedeceu uma determinação da ONU, reconhecida soberanamente em tratado internacional, para impedir minha candidatura às vésperas da eleição.

Nosso adversário criou uma indústria de mentiras no submundo da internet, orientada por agentes dos Estados Unidos e financiada por um caixa dois de dimensões desconhecidas, mas certamente gigantescas. É simplesmente vergonhoso para o país e para a Justiça Eleitoral que suas contas de campanha tenham sido aprovadas diante de tantas evidências de fraude e corrupção. É mais uma prova da seletividade de um sistema judicial que persegue o PT.

Se alguém tinha dúvidas sobre o engajamento político de Sergio Moro contra mim e contra nosso partido, ele as dissipou ao aceitar ser ministro da Justiça de um governo que ajudou a eleger com sua atuação parcial. Moro não se transformou no político que dizia não ser. Simplesmente saiu do armário em que escondia sua verdadeira natureza.

Eu não tenho dúvida de que a máquina do Ministério da Justiça vai aprofundar a perseguição ao PT e aos movimentos sociais, valendo-se dos métodos arbitrários e ilegais da Lava Jato. Até porque Jair Bolsonaro tem um único propósito em mente, que é continuar atacando o PT. Ele não desceu do palanque e não pretende descer. Temos de nos preparar para novos ataques, que já começaram, como vimos nas novas ações, operações e denúncias arranjadas que vieram neste primeiro mês depois das eleições.

Jair Bolsonaro se apresentou ao país como um candidato antissistema, mas na verdade ele é o pior representante desse sistema. Foi apoiado pelos banqueiros, pelos donos da fortuna; foi protegido pela Rede Globo e pela mídia, foi patrocinado pelos latifundiários, foi bancado pelo Departamento de Estado norte-americano e pelo governo Trump, foi apoiado pelo que há de mais atrasado no Congresso Nacional, foi favorecido pelo que há de mais reacionário no sistema judicial e no Ministério Público, foi o verdadeiro candidato do governo Temer.

Não teve coragem de participar de debates no segundo turno, de confrontar conosco suas ideias para a economia, o desenvolvimento, a geração de empregos, as políticas sociais, a política externa. E vai executar um programa ultraliberal, de entreguismo e privatização, que não foi apresentado aos eleitores e muito menos aprovado nas urnas.

Ele explorou o desespero das pessoas com a violência; a indignação com a corrupção e a decepção com os políticos. Mas não tem respostas concretas para nenhum desses desafios. Primeiro porque a proposta dele para segurança é armar as pessoas, o que só vai aumentar a violência. Segundo, porque Sergio Moro e a Lava Jato premiaram os corruptos e corruptores da Petrobrás. A maioria está solta ou em prisão domiciliar, gozando as fortunas que roubaram. E por fim, Bolsonaro é, de fato, o representante do sistema político tradicional, que controla a economia e as instituições no país.

As mesmas pessoas que elegeram Bolsonaro vão julgá-lo todos os dias, pelas promessas que não vai cumprir e pelo que vai acontecer em nosso país. Temos de estar preparados para continuar construindo, junto com o povo, as verdadeiras soluções para o Brasil, pois acredito que, por mais que queiram, não vão conseguir destruir nosso país.

O PT nasceu na oposição, para defender a democracia e os direitos do povo, em tempos ainda mais difíceis que os de hoje. É isso que temos de voltar a fazer agora, com o respaldo dos nossos 47 milhões de votos, com a responsabilidade de sermos o maior partido político do país.

E como diz a companheira Gleisi, não temos de pedir desculpas por sermos grandes, se foi o eleitor que assim decidiu. Queremos e devemos atuar em conjunto com todas as forças da esquerda, da centro-esquerda e do campo democrático, num exercício cotidiano de resistência.

Temos de voltar às ruas, às fábricas, aos bairros e favelas, falar a linguagem do povo, nos reconectar com as bases, como disse o Mano Brown. Não podemos ter medo do futuro porque aprendemos que o impossível não existe.

Até o dia do nosso reencontro, fiquem com um grande abraço do Luiz Inácio Lula da Silva”

- Publicidade -

De véspera, ministros do STF defendem prisão em 2ª instância

Tema será julgado na sessão do Supremo desta quinta-feira

Horóscopo de quinta-feira 17 de outubro de 2019

Confira a previsão do horóscopo para o dia...

Relatório final da CPI do Feminicídio recebe 106 recomendações

Na próxima semana os deputados da comissão vão se reunir para votar o parecer prévio do documento

Júlia Pereira e Amilcare Neto curtem lua de mel em lugares paradisíacos do continente Africano

Casal vivenciou momentos incríveis em destinos que nenhum dos dois conheciam

Bom Sucesso: Nana descobre que está grávida

Quem encontra o teste é Paloma (Grazi Massafera).

CET Rio realiza interdição do Túnel Rebouças

A companhia vai realizar manutenção no acesso

Onze20, Filipe Ret, 3030, PK e L7nnon se apresentam na Cidade das Artes

Viva Festival vai reunir os maiores nomes do reggae, rap, funk e eletrônico

Casa da Virgem Maria recebe visitantes durante o Natal na Turquia

Quem visitar Izmir, a "Pérola do Egeu", no oeste da Turquia, também poderá apreciar a culinária de Éfeso

Rio de Janeiro tem eventos em homenagem aos 90 anos de Fernanda Montenegro

No Teatro Ipanema, a peça “O Beijo no Asfalto”, de Nelson Rodrigues, será apresentada em forma de leitura dramatizada pelos alunos da CAL

Surtada: Tati Zaqui alcança 3º lugar no TOP 50 do Spotify

Música com Dadá Boladão e OIK vira hit em todo país

Gwyneth Paltrow brilha em Hollywood em evento que celebra conquistas femininas

Evento celebra as conquistas femininas da indústria cinematográfica e que também busca conscientizar o mercado

Eleições 2020: Eduardo Paes lidera pesquisa para prefeito

Marcelo Crivella e Freixo empataram na segunda colocação

III CaRIOca ProgFestival terá APOCALYPSE e Bacamarte

Festival de Rock Progressivo ainda contará com apresentação da banda Fleesh

Confira a provável escalação do Flamengo contra o Fortaleza

Mais Querido enfrenta a equipe cearense, nesta quarta-feira, às 20h, pelo Campeonato Brasileiro

Wesley Safadão leva Yhudy e sobrinhos para conhecer jogadores do Flamengo

Torcedor assumido do rubro-negro, Wesley usou as redes sociais para registrar o momento em que o filho e os sobrinhos encontraram alguns jogadores do time

Morre Lázaro Brandão, ex-presidente do Bradesco

Nascido em Itápolis, interior de São Paulo, Lázaro era economista e iniciou sua atividade profissional em 1942, na cidade de Marília

Shakira se junta a Pedro Capó e Camilo na nova versão de “Tutu”

Desde o seu lançamento em 9 de agosto, "Tutu" recebeu certificação de Ouro na Espanha, Argentina e Colômbia, "Platina + Ouro" no México e Peru e "Platina" nos Estados Unidos.

Foxbit lança XRP (Ripple) em sua plataforma

XRP é uma das criptomoedas mais negociadas no mundo

Teatro Municipal de Niterói Recebe A Banda Nave De Prata e Zé Renato

No Municipal de Niterói, a banda vai apresentar uma homenagem ao Clube da Esquina e Minas Gerais

Trabalho artesanal traz benefícios para saúde mental

Desenvolver a mente e equilibrar o emocional: O artesanato como terapia

Xiaomi ganha espaço entre os celulares mais buscados

Redmi Note 7 lidera ranking de smartphones mais buscados no Zoom pelo terceiro mês consecutivo

Três penteados para entrar no clima de Halloween

Confira algumas sugestões para você se inspirar

Confira as celebridades que estarão no Teleton 2019

Ação terá representantes de parceiros solidários como Band (José Luiz Datena), Record TV (Sabrina Sato), TV Cultura (Karyn Bravo, Mariana Kotscho e Roberta Manreza), Rede TV! (Luciana Gimenez) e TV Globo (Camila Queiroz e Klebber Toledo)

Conheça quatro funcionalidades do Windows 10 para pessoas com deficiência visual

Sistema permite que o usuário utilize comandos de voz para manusear o dispositivo e conta com recursos que auxiliam pessoas com baixa visão

Camila Queiroz e Klebber Toledo são liberados pela Globo para o SBT

Luciana Gimenez e Sabrina Sato também estarão no SBT

Bolsonaro assina MP que concede 13º pagamento do Bolsa Família

Na mesma solenidade, governo libera verbas para obras de Irmã Dulce

STF derruba liminar concedida por ministro a traficante Elias Maluco

O habeas corpus fora concedido em um processo que tramita na Justiça de São Gonçalo (RJ).

Confira a provável escalação do Botafogo contra o Vasco da Gama

Cícero vê clássico como oportunidade de dar resposta em reestreia de Valentim

Confira a provável escalação do Vasco da Gama contra o Botafogo

No treino desta terça, Luxemburgo deu coletes de titulares para Felipe Ferreira, Bruno Gomes e Gabriel Pec.

Sem Censura recebe a atriz Alexandra Richter

O programa Sem Censura ainda conta com a participação da aluna Juciara Belisário de Carvalho que está na faixa etária de 50 anos e não teve oportunidade de estudar na juventude

Festa literária das periferias do Rio dará destaque para o feminismo

A Flup será realizada pela primeira vez no Museu de Arte do Rio (MAR), na região portuária da cidade, localidade também conhecida como Pequena África

Vale a pena usar de novo: a ascensão dos brechós e a busca pela moda sustentável

Cada vez mais comum, o resgate de peças usadas e o consumo consciente tem se tornado tendência entre a geração millenium

Bad Medicine faz tributo a Bon Jovi no NewYorkCityCenter

O projeto Palco New York leva entretenimento gratuito às terças-feiras ao shopping.

Horóscopo de quarta-feira 16 de outubro de 2019

Confira a previsão do horóscopo para o dia 16 de outubro de 2019 e fique por dentro de...

Prestes a lançar música, Ananda fala sobre ativismo: ” Como bissexual, eu preciso falar sobre LGBTfobia

A cantora, do hit Quero que Tu Vá", discursa sobre sexualidade, feminismo e racismo

Após “chocar” Bruna Marquezine, Isabela Freitas fala sobre como superar um ex

A autora do best seller "Não se apega, não" diz que já salvou vidas através da leitura

Dicionário Árabe: Dos termos coloquiais às expressões populares

Inspirado no sucesso das primeiras edições de bolso, Grupo Editorial Edipro relança Dicionário Árabe em novo formato

BarraShopping inaugura decoração de Natal com espetáculo e árvore interativa com 70m de altura

Programação inclui apresentações gratuitas de música clássica aos domingos e decoração interna com atrações para os pequenos

Wesley Safadão e Thyane Dantas aproveitam feriado em família

A pausa na agenda de Wesley veio após um fim de semana intenso

Xuxa opina sobre concurso de beleza com crianças: “Isso não deveria fazer parte do mundo infantil. É traumatizante”

Xuxa ainda compartilha qual lição teve após trabalhar durante anos com público infantil.

WBFF Brasil 2019 supera 1ª edição e revela novos modelos fitness

Competição fitness internacional contou com grande público e nova categoria de Divas

Peça “Quem sabe meu nome?” será apresentada no Ateliê Bonifácio

A peça retrata a história de um homem que se diz negro e a sociedade o impõe Pardo.

Quadrilha desviava cartões de crédito remetidos pelos Correios no Rio

Um deles é funcionário da Empresa Brasileira de Correios e Telégrafos e outro é um militar da Marinha brasileira

Denis Baum lança webclipe com participação especial de Vanessa Jackson

Versão de ‘Ao Sentir o Amor’ traz homenagem a cantora Deise, do Fat Family, falecida no início deste ano

Outras Notícias

- Publicidade -

De véspera, ministros do STF defendem prisão em 2ª instância

Tema será julgado na sessão do Supremo desta quinta-feira

Horóscopo de quinta-feira 17 de outubro de 2019

Confira a previsão do horóscopo para o dia 17 de outubro de 2019 e fique por dentro de tudo o que o seu...

Relatório final da CPI do Feminicídio recebe 106 recomendações

Na próxima semana os deputados da comissão vão se reunir para votar o parecer prévio do documento