Paul Walker - Foto: Divulgação
Paul Walker - Foto: Divulgação

Já faz cinco anos desde a morte do ator que se tornou mundialmente conhecido pela franquia “Velozes e Furiosos”. Paul Walker, que estaria hoje com 45 anos, ou Brian O’Conner, seu personagem, até hoje são lembrados.

Em agosto deste ano, o artista foi homenageado com o documentário “I Am Paul Walker”, que agora é relançado em uma versão estendida. Com 30 minutos a mais de duração, o longa é estreado on demand nesta sexta-feira (30), exatamente cinco anos após a morte do ator. No dia 4 de dezembro, ele ganha versão em DVD.

- Publicidade -

Durante os minutos de gravação, é possível ver entrevistas de familiares e amigos, incluindo o cantor Tyrese Gibson, que esteve no elenco de “Velozes e Furiosos” com ele.
Cody e Ashlie Walker, irmãos do protagonista da franquia “Velozes e Furiosos”, também dão depoimento sobre a infância de Paul e como era o relacionamento deles. Nas imagens é possível ver vídeos produzidos pela família, além de depoimentos de pessoas próximas a Paul.

Além do documentário, em homenagem ao ator, o Telecine Action irá exibir uma série de filmes que marcaram a sua carreira. A partir das 18h15, o canal exibirá, nesta ordem, “13º Distrito”, “Velozes e Furiosos”, “Veículo 19” e “Mergulho Radical”.

ACIDENTE DE CARRO

Paul Walker morreu no dia 30 de novembro de 2013, aos 40 anos, após um acidente de carro na região norte de Los Angeles, nos EUA. Ele estava no banco do passageiro de um Porsche quando o veículo se chocou contra uma árvore e um poste e explodiu.
Além dele, o amigo Roger Rodas, 38, também morreu. Eles estavam no local para um evento de caridade da Reach Out Worldwide, na comunidade de Valência, em Santa Clarita, a cerca de 30 quilômetros ao norte de Hollywood.