21.4 C
Rio de Janeiro
segunda-feira, 22 de julho de 2019 12:3645
- Publicidade -

Carlos Alberto vai disputar o Carioca 2019 pelo Boavista

O Boavista concretizou a contratação do meia Carlos Alberto, ex-Vasco e Fluminense, para a disputa do Campeonato Carioca de 2019.

O jogador, campeão da Liga dos Campeões e do Mundial de Clubes, foi registrado pelo Verdão de Saquarema no Boletim Informativo Diário (BID) da CBF na tarde desta quarta-feira (28).

- Advertisement -

Atuando como meio-campista, foi revelado pelo Fluminense e se profissionalizou em 2001, clube pelo qual se destacou. Em 2004, foi contratado pelo Porto, de Portugal. Treinado por José Mourinho, Carlos Alberto apareceu muito bem, tendo feito inclusive um gol na final da Liga dos Campeões do mesmo ano de 2004, vencida pelo Porto. Com esse gol, acabou sendo o segundo jogador mais novo a marcar um gol em uma final do principal torneio do continente europeu, feito que conseguiu quando tinha 19 anos, 5 meses e 15 dias.

O jogador ainda acumula passagens por gigantes do futebol brasileiro, como Vasco da Gama, São Paulo, Botafogo, Grêmio e Corinthians

Assine nossa Newsletter

Para ser atualizado com as últimas notícias, ofertas e anúncios especiais.

Últimas Notícias

Botafogo perde para o Santos com golaço de Marinho

Na manhã deste domingo (21), Peixe leva a melhor no duelo alvinegro, vence por 1 a 0 no Nilton Santos e alcança mesma pontuação do Verdão

Bolsonaro aguarda “sim” de Trump para indicar filho a embaixada do Brasil nos EUA

Após aval dos norte-americanos, Eduardo Bolsonaro ainda precisará ser aprovado na comissão de Relações Exteriores e no plenário do Senado

PM quer retomar programa de UPP no Rio

Segundo secretário, programa sofreu sucateamento nos últimos anos

Bolsonaro afirma que não vai propor fim da multa de 40% do FGTS

Ele se reunirá neste domingo com equipe econômica para definir saques

Estação Espacial Internacional lançará 100 “minicérebros” humanos ao espaço

rata-se de uma pesquisa realizada pela Universidade da Califórnia e que conta com trabalho do cientista brasileiro Alysson Muotri

Agnaldo Timóteo tem alta após quase dois meses internado

Cantor teve princípio de AVC e infecção urinária