- Publicidade -

Ucrânia decreta lei marcial na fronteira depois de Rússia apreender três navios

- Publicidade -

O Parlamento ucraniano aprovou a declaração de lei marcial no país nesta segunda-feira (26), um dia depois das forças navais russas capturarem três navios ucranianos no estreito de Kertch, entre os países.

A imposição da lei marcial foi feita por meio de um decreto do presidente ucraniano, Petro Poroshenko, que disse ter informações de inteligência que apontam que as forças russas estão “prontas para uma invasão imediata da Ucrânia”.

- Publicidade -

Poroshenko afirmou aos parlamentares que a medida valerá apenas para as regiões do país que fazem fronteira com Rússia, Belarus e Transdnístria, região separatista da Moldova.

Segundo o presidente, essas são as linhas de frente de potenciais ataques russos ao país.
A lei marcial inclui mobilização parcial da defesa aérea do país, além de fortalecimento de medidas antiterrorismo e segurança de informação. A medida começa nesta quarta-feira (28) e durará 30 dias.

Segundo ele, a mudança não inclui restrições a direitos dos cidadãos ucranianos e nem adiar as eleições previstas para o próximo ano. Poroshenko enfrenta uma reeleição difícil em 2019, e críticos levantaram suspeita de que a lei marcial serviria para adiar o pleito.
Os parlamentares ucranianos realizaram um segundo voto para confirmar a realização do pleito em 31 de março.

A Ucrânia reage à ação da patrulha de fronteira da Rússia, que capturou neste domingo (25) dois navios pequenos de guerra e um rebocador ucranianos. Eles vinham do mar Negro e tentavam entrar no mar de Azov pelo estreito de Kertch, território compartilhado entre os dois países que separa a Crimeia da Rússia continental.

Moscou, que acusa as embarcações de terem entrado ilegalmente nas águas territoriais russas da Crimeia anexada, abriu fogo contra os navios e feriu três tripulantes, segundo a agência Interfax. As forças russas detiveram 24 marinheiros ucranianos.

Kiev, por sua vez, diz que as embarcações avisaram que passariam pelo local e acusa a Rússia de agressão militar.

O Ministério de Relações Exteriores da Rússia emitiu nesta segunda-feira um comunicado no qual chama a ação ucraniana de provocação meticulosamente planejada e diz que o país visa a ampliar a tensão na região como pretexto para aumentar as sanções contra a Rússia.

Moscou acusou Kiev de agir em coordenação com os EUA e a União Europeia e convocou o diplomata da Embaixada da Ucrânia em Moscou para dar explicações.

Mais cedo nesta segunda, os Estados Unidos e a Otan (Organização do Tratado do Atlântico Norte) condenaram o que chamaram de violação da soberania ucraniana e pediram que a Rússia liberte as embarcações e suas tripulações.

O presidente dos EUA, Donald Trump, disse não ter gostado do que aconteceu entre os dois países e que trabalha com líderes europeus para amenizar a situação. Já o secretário de Estado, Mike Pompeo, classificou a ação russa de “perigosa escalada e violação das leis internacionais”.

Em um telefonema a Poroshenko, a chanceler alemã, Angela Merkel, demonstrou preocupação em relação a um confronto armado entre os dois países disse que “fará de tudo” para reduzir a tensão entre os dois lados.

A primeira-ministra britânica, Theresa May, condenou o “ato de agressão” de Moscou e afirmou que o incidente é “mais uma evidência do comportamento desestabilizador da Rússia na região”.

“A posição do Reino Unido é clara, navios devem ter passagem livre até os portos da Ucrânia no mar de Azov”, disse May, pedindo enfaticamente que os dois lados ajam com cautela.

União Europeia, Espanha, França, Polônia, Dinamarca e Canadá também fizeram pedidos pela libertação dos marinheiros ucranianos.

A passagem pelo estreito de Kertch foi reaberta nesta segunda, mas Moscou segue ignorando pedidos pela libertação dos navios.

As tensões no estreito de Kertch aumentaram nas últimas semanas. Após a Ucrânia deter um navio de pesca que tinha saído da Crimeia em março, a Rússia aumentou sua presença militar na área e começou a inspecionar todas as embarcações com origem ou destino em portos ucranianos, causando atrasos de dias e atrapalhando o comércio.

A Ucrânia protestou contra o que chamou de bloqueio econômico. No início deste mês, a UE já havia manifestado preocupação com o tema.

- Publicidade -

Falando Nisso...
Conteúdo Relacionado

Mais Notícias
Conteúdo recomendado para você

Horóscopo de segunda-feira 20 de janeiro de 2020

Confira as previsões para o amor, dinheiro e saúde.

Vasco da Gama empata com o Bangu na estreia do Carioca

Gérman Cano também estreou pelo clube de São Januário

Flamengo e Macaé empatam no Maraca

Na próxima rodada, o rubro-negro terá o clássico contra o Vasco da Gama

Botafogo perde para o Volta Redonda na estreia do Carioca

O Esquadrão de Aço lidera o Grupo B com três pontos, ao lado do Madureira

Horóscopo de domingo 19 de janeiro de 2020

Confira as previsões para o amor, dinheiro e saúde.

BBB20: Conheça os participantes do Big Brother Brasil

São duas turmas, de várias tribos. Pessoas diversas, mas com o mesmo objetivo: viver todas as experiências que o BBB 20 pode proporcionar.

Flamengo e Botafogo estreiam no Carioca 2020 neste sábado

Após temporada mágica em 2019, Mengão estreia no Carioca contra o Macaé; bola também rola no Pará e em Pernambuco

Governo disponibiliza óculos de grau por R$ 60 para população de baixa renda

Programa Ótica Cidadã visa reduzir a evasão escolar por problemas de visão; beneficiários do Bolsa Família e desempregados também podem adquirir o item

MetrôRio realiza operação especial para shows de Elza Soares e Melin na Praia de Ipanema

Estações Jardim de Alah e Nossa Senhora da Paz terão reforço nos efetivos. Também haverá esquema especial para a primeira rodada do campeonato estadual

Governo do Rio quer conceder Cedae à iniciativa privada ainda este ano

Forma de concessão ainda tem de ser aprovada pela Câmara Metropolitana

Cedae recebe equipamento para aplicar carvão ativado na água

Pelo tamanho do equipamento, o transporte precisa ser feito durante a noite. Mais dois caminhões devem chegar ainda neste fim de semana à estação da Cedae.

Linha Amarela receberá 1,3 milhão de veículos no feriado de São Sebastião

Em caso de pane ou acidente, os condutores poderão acionar gratuitamente o socorro mecânico ou médico pelo telefone 0800-0242-355

Horóscopo de sábado 18 de janeiro de 2020

Confira as previsões para o amor, dinheiro e saúde.