O Botafogo venceu o Internacional por 1 a 0 neste domingo (18), no Engenhão, e garantiu matematicamente sua permanência na elite do futebol brasileiro. O jogo, por outro lado, deixou o Colorado em situação complicada na luta pelo título. Isso porque com a derrota, os gaúchos terão que tirar seis pontos de diferença para o Palmeiras nos três duelos restantes. O líder empatou com o Paraná por 1 a 1 e manteve a vantagem de cinco pontos, mas agora para o Flamengo, que assuimiu o segundo lugar ao vencer o Sport por 1 a 0.

O Inter permanece com 65 pontos, cai para a terceira colocação e viu o Palmeiras, com 71, abrir seis pontos, mas faltando apenas três jogos para o fim do Campeonato Brasileiro. O Colorado volta a campo na quarta-feira, quando recebe o Atlético-MG, no Beira Rio. O time terá de vencer na próxima rodada para manter as chances matemáticas de título.

- Publicidade -

O Botafogo, por sua vez, chega aos 47 pontos e pula para a 10ª posição. O Alvinegro se livrou do rebaixamento e agora sonha mais alto, apesar da dificuldade de conseguir vaga na Libertadores. O Alvinegro visita o Santos, na quarta, na Vila Belmiro.

O Botafogo aproveitou os minutos iniciais para fazer pressão diante da sua torcida. E o gol quase saiu logo aos 4min, quando Rodrigo Lindoso recebeu na entrada da área e rolou para Leo Valência. O chileno bateu colocado, buscando o ângulo esquerdo, mas a bola saiu por cima da meta de Marcelo Lomba.

Vivendo grande momento, Leo Valência chamou a responsabilidade e, de novo, ficou no quase. Em cobrança de falta com categoria, ele tirou tinta da trave de Marcelo Lomba, que apenas olhou a bola sair pelo lado direito do gol.

Aos poucos o Inter colocou a bola no chão e conseguiu mostrar sua qualidade. Buscando jogadas laterais, o time respondeu com perigo pela primeira vez no jogo aos 17min. Nico López cruzou pela esquerda buscando Leandro Damião. Igor Rabello se antecipou e fez o corte -e quase marcou contra.

Melhor em campo, o Botafogo levava perigo quando chegava ao ataque. O gol, no entanto, demorou a sair. Aos 42min do primeiro tempo, Matheus Fernandes cruzou da direita buscando Erik. O atacante dominou no peito, driblou Cuesta e finalizou com categoria para abrir o placar: 1 a 0.

Após o intervalo, o Botafogo continuou na mesma pegada e dando trabalho ao Internacional. Aos 10min, Luiz Fernando recebeu pela direita e rolou para Marcinho na entrada da área. O lateral chutou firme e exigiu boa defesa de Marcelo Lomba. No lance seguinte, o goleiro do Inter voltou a evitar o segundo ao sair nos pés de Brenner.

Gatito Fernández confirmou a grande fase vivida neste domingo. Além dos adversários ele teve que se preocupar também com os companheiros. Em bola alçada na área, Brenner tentou cortar e quase marcou um golaço. Sorte do atacante que o goleiro se esticou todo e mandou pela linha de fundo.

O Inter se mandou para o ataque e deu espaços para o Botafogo. Os donos da casa tiveram duas grandes oportunidades com Leo Valência e Pimpão, mas ambos desperdiçaram e pararam nas mãos de Marcelo Lomba.
Na base do abafa, o Internacional quase conseguiu o empate. Rodrigo Moledo deu uma de atacante, mas sem tanta categoria. O zagueiro chutou mascado e viu a bola ir na direção do gol. Gatito Fernandez se esticou todo e mandou para escanteio.

No fim do jogo, os jogadores do Internacional perderam a cabeça, e dois atletas foram expulsos. Após receber entrada dura de Rodrigo Pimpão, Wellington Silva reagiu e levou o vermelho. Já Rodrigo Moledo recebeu o segundo amarelo após muita reclamação.

BOTAFOGO

Gatito Fernandez; Marcinho, Joel Carli, Igor Rabello, Moisés; Rodrigo Lindoso, Matheus Fernandes, Leo Valência, Luiz Fernando (Pimpão); Erik, Brenner (Kieza).
T.: Zé Ricardo

INTERNACIONAL

Marcelo Lomba; Zeca (Wellington Silva), Rodrigo Moledo, Victor Cuesta, Iago; Rodrigo Dourado, Edenílson, Patrick (Camilo), D’Alessandro, Nico López (Rossi); Leandro Damião. T.: Odair Hellmann

Estádio: Engenhão, no Rio de Janeiro
Juiz: Rafael Traci (PR)
Cartões amarelo: Rodrigo Moledo, Rodrigo Dourado e Edenílson (Inter); Carli (Botafogo)
Cartões vermelhos: Wellington Silva e Rodrigo Moledo (Inter)
Gol: Erik, aos 42min do primeiro tempo