Brasília x Botafogo Foto: Felipe Mendez – Universo/Caixa/Brasília
Brasília x Botafogo Foto: Felipe Mendez – Universo/Caixa/Brasília

Agência Uniceub – O público de 891 torcedores viu o Universo/Caixa/Brasília conquistar a primeira vitória na 11ª temporada do  NBB. Após seis jogos em jejum, o Brasília finalmente venceu o Botafogo por 82 a 64 e saiu da lanterna do campeonato. Com a defesa bem ajustada e entrosamento entre os jogadores, o time da casa se manteve a partida inteira com vantagem no Placar. Zach Graham foi o cestinha da partida com 22 pontos. Pelo lado do Botafogo, o ala Cauê foi o maior pontuador com 20. Além disso, o Brasília converteu 15 cestas de 3 pontos, ou seja, mais da metade dos pontos do time vieram da cesta de três.

O Botafogo abriu o placar da partida com dois pontos convertidos pelo pivô Maique. O Brasília foi pontuar apenas dois minutos após o inicio do jogo com Windi Graterol. O quarto começou equilibrado. No decorrer do período, a defesa pressionou para a saída de bola do time carioca. A recuperação das bolas e os seis rebotes foram fundamentais para a vantagem da equipe candanga. O aproveitamento das cestas do time da casa foi superior. O time da capital converteu 16 das 32 que tentou.  O pivô Graterol foi o destaque do tempo com 7 pontos. A parcial do primeiro quarto foi de 21 a 16.

- Publicidade -

Ainda aos 3 minutos do primeiro período, o ala Pedro Mendonça lesionou o joelho. De acordo com assessoria do time, o atleta passará por exames nesta quinta-feira para identificar a contusão.

No segundo quarto, o time se mostrou mais entrosado e com muitas infiltrações no garrafão. Cada defesa incendiava a torcida. Os jogadores da capital demonstravam raça para recuperar as bolas. A defesa dos donos da casa não deu oportunidades para lançamentos do time carioca. A equipe soube administrar bem a vantagem e encerrou o primeiro tempo com 37 a 29 no placar. O pivô Ricky Sanchez foi o destaque do quarto com 7 pontos. Pelo lado do Botafogo, Ansaloni fez 8 tentos e Jamaal, destaque da equipe carioca nesta temporada, foi anulado. Em 7 tentativas, ele não pontuou.

Os nervos estavam à flor da pele. Ao mesmo tempo que em quadra a disputa estava acirrada, houve desentendimento entre os jogadores Rafa Moreira e o Jamaal. Fora de quadra, os torcedores do time carioca, irritados, em coro xingavam o árbitro da partida.

A torcida do Botafogo marcou presença no Ginásio com faixas e muitos gritos de incentivo à equipe.

Ao final do segundo período, a torcida do Botafogo foi para perto do vestiário do Brasília provocaram torcedores do time da casa, jogadores e comissão técnica.

Na volta do intervalo, o Brasília manteve o ritmo alto e com a defesa bem postada . O pivô Graterol dominou o garrafão e pegou três rebotes defensivos. Além disso, o ataque liderado pelo ala Zach Graham , destaque do terceiro quarto, converteu sete pontos. Dessa forma, o time abriu a vantagem de 18 pontos. Ao decorrer do quarto, o Botafogo mostrou uma rápida recuperação com o Cauê no ataque, que conseguiu uma boa  sequência de 6 pontos e uma assistência. Assim, o ala da equipe carioca diminuiu a vantagem dos donos da casa, de 18 para 11 pontos ao final do quarto. O período terminou com a parcial de 61 x 50 para o time da capital.

No último período, a equipe candanga voltou melhor, mas nas metade do quarto, o jogo ficou mais parelho com ambos os times em baixa e perdeu muitas chances no ataque. Porém o jogo voltou a se agitar com a entrada de Graterol e Zach, onde houve uma melhora tanto defensivamente quanto ofensivamente.O jogo chegou ao seu momento mais eufórico com um lance de Ricky Sanchez, que deu toco em uma recuperação defensiva e encerrou a jogada com uma bela cesta de três. A defesa botafoguense se mostrou sensível mais uma vez. Já no final do quarto a equipe carioca avançou sua marcação para tentar diminuir a vantagem, mas a equipe distrital segurou a pressão e administrou o placar até o fim da partida, que terminou 82 x 64 para o Brasília. Zach e Graterol  converteram 9 pontos de 12 tentado cada um. Além disso, nesse quarto, Zach teve o aproveitamento de 100% em cestas de 3.

Com o resultado, o time da Capital saiu da lanterna e assumiu a penúltima colocação com 14, 3 de aproveitamento. Já a equipe alvinegra, caiu para o sexto lugar.

De acordo com Nezinho, a comissão técnica continuou acreditando na equipe.  ‘Nós mantivemos os jogadores focados, acreditando no que foi feito. A vitória veio com  todo mundo jogando bem, com confiança, contra um time que estava entre os 4 primeiros. A  gente precisa ter calma e manter o mesmo trabalho para subir na tabela”, explica.

Segundo o armador Nezinho, o objetivo do time era defender. “Independente do resultado, iremos defender. Caso a vitória viesse, seria consequência da defesa”.

O jogador ainda comentou o desfalque do atleta Pedro Mendonça. “Duro a lesão do Pedro, mas infelizmente é assim. A gente estar na quadra é saber que isso pode acontecer”, lamentou Nezinho.

Para a próxima partida, Nezinho destacou que o time vai descansar no feriado, mas volta com um treino forte na sexta-feira (16), visando o jogo contra o Pinheiros.

O próximo jogo do Universo/Caixa/Brasília é contra o Pinheiros na próxima quarta-feira (21), às 20h, no Ginásio Poliesportivo Henrique Vilaboim, em São Paulo.  Já para a equipe de Botafogo, o próximo jogo  é nesta sexta-feira (16), às 19h, no Centro de Formação Olímpica.

Por Mariana Fraga e Victor Andrade.

Supervisão de Luiz Claudio Ferreira.