O juiz federal Sérgio Moro aguarda para registrar seu voto em Curitiba, no Brasil 07/10/2018 REUTERS/Rodolfo Buhrer
O juiz federal Sérgio Moro aguarda para registrar seu voto em Curitiba, no Brasil 07/10/2018 REUTERS/Rodolfo Buhrer

O juiz federal Sérgio Moro, ministro da Justiça e Segurança Pública indicado pelo presidente eleito Jair Bolsonaro, disse nesta terça-feira que não exigiu uma vaga no Supremo Tribunal Federal no futuro como condição para assumir o cargo.

Moro afirmou a jornalistas em Curitiba que não considera apropriado discutir sobre a vaga no STF agora que não existe uma vaga aberta e que tem grande apreço pelo ministro Celso de Mello, que se aposentará em 2020.

- Publicidade -

Ele, no entanto, não descartou que essa discussão seja retomada em um novo contexto, quando uma cadeira vagar de fato.

(Por Laís Martins; Edição de Eduardo Simões)

Deixe seu comentário