22.5 C
Rio de Janeiro
quarta-feira, 22 de maio de 2019 8:2538
- Publicidade -

‘Até o final de novembro a gente completa os ministérios’, diz Bolsonaro

- Publicidade -

O presidente eleito, Jair Bolsonaro (PSL), afirmou nesta terça-feira (6) que concluirá, até novembro, a montagem dos ministérios de seu governo.

“Até o final do mês a gente completa os ministérios, se Deus quiser”, disse ao chegar para um almoço no Ministério da Defesa.

- Advertisement -

Bolsonaro pretende reduzir a atual estrutura, de 29 pastas, para um máximo de 17.
A equipe de transição ainda discute as fusões de alguns ministérios que são consideradas polêmicas. É o caso da junção, por exemplo, de Agricultura e Meio Ambiente e de Comércio Exterior à pasta da Economia, que será comandada por Paulo Guedes.

Até o momento, o presidente eleito já anunciou os nomes de cinco futuros ministros: Onyx Lorenzoni (Casa Civil), Paulo Guedes (Economia), general Augusto Heleno (Defesa), Sergio Moro (Justiça e Segurança Pública) e Marcos Pontes (Ciência e Tecnologia).

Bolsonaro, que veio pela primeira vez a Brasília desde a eleição, disse estar com saudades de seus colegas.

Ele participou mais cedo de cerimônia em comemoração aos 30 anos da promulgação da Constituição Federal, no Congresso.

O presidente eleito não quis confirmar o nome do senado Magno Malta para um de seus ministérios. Malta concorreu à reeleição, mas foi derrotado nas urnas.

“Já estamos conversando aqui. O que nós não podemos é anunciar alguém e dizer que mudou ou que não é mais. O Magno Malta é uma pessoa que me ajudou muito antes mesmo da minha campanha e seria meu vice. Ele que decidiu não sê-lo. Não teve, lamentavelmente sucesso no Senado, mas nós não podemos prescindir do apoio dele na formação neste governo”, disse.

Malta é cotado para assumir a junção das pastas de Desenvolvimento Social e Direitos Humanos. A possível indicação, contudo, já rendeu críticas inclusive de aliados de Bolsonaro.

Últimas Notícias

“Chega” de homofobia no futebol, pede Antoine Griezmann

"A homofobia não é uma opinião, é um crime", disse o atacante

Vasco da Gama chega a dois meses de salários atrasados e jogadores podem sair

O receio da diretoria é de perder peças importantes por conta da insatisfação com a situação a qual o clube chegou.

Caças dos EUA interceptam bombardeiros russos na costa do Alasca

A esquadra russa incluía dois bombardeiros estratégicos Tu-95, que foram interceptados na segunda-feira por dois caças F-22

Apenas 38,7% das vagas do Fies foram preenchidas no primeiro semestre

Das 100 mil vagas ofertadas, foram assinados 38.793 contratos

Embratur tem seu terceiro presidente em pouco menos de seis meses no governo Bolsonaro

Gilson Machado teve sua nomeação para o cargo publicada no Diário Oficial da União desta terça

Adidas, Puma e Nike consideram novas tarifas à China catastróficas

Trump elevou a 25% as tarifas já existentes sobre US$ 200 bilhões em produtos chineses

Fitch mantém nota de classificação de risco do Brasil

A agência manteve a perspectiva estável para o país, indicando que a classificação não deve ser alterada nos próximos meses.

Termina primeira audiência do julgamento de Cristina Kirchner

A audiência de hoje foi a primeira de um processo que deve durar o ano todo

Caixa começa a chamar candidatos aprovados no concurso de 2014

O presidente da Caixa, Pedro Guimarães, disse que as contratações têm por objetivo o fortalecimento da rede de agências, valorizando o atendimento aos clientes.