*ARQUIVO* CAXIAS DO SUL, RS, 05.12.2011 - Washington
*ARQUIVO* CAXIAS DO SUL, RS, 05.12.2011 - Washington "Coração Valente". (Foto: Maicon Damasceno/Agência RBS/Folhapress)

Apesar de pertencer a um partido da oposição, o suplente de Onyx Lorenzoni (DEM-RS) na Câmara deve seguir os passos do titular. O ex-jogador de futebol Washington “Coração Valente” (PDT-RS) afirmou nesta segunda-feira (5) que suas ideias são parecidas com as do presidente eleito, Jair Bolsonaro (PSL).

“Eu vou ter o meu posicionamento, claro que a gente tem que ter respeito pelo partido, mas eu tenho a minha linha de pensamento”, disse após reunião com Lorenzoni, nomeado ministro extraordinário para a transição de governo.

- Publicidade -

“Essa minha de conduta é alinhada com o presidente sim”, afirmou. Segundo ele, isso não deve causar atritos com o PDT, partido que já declarou que será oposição a Bolsonaro porque há pouco tempo até o fim da legislatura.

Nos gramados, Washington foi campeão brasileiro pelo Fluminense em 2010. Ele também fez fama como centroavante do São Paulo. Ele afirmou que a possibilidade de fundir o Ministério do Esporte a outras pastas no próximo governo não seria um problema.

“Eu acho que isso ainda não se definiu, apesar de que o pensamento do presidente é esse, mas isso não significa que ele vai cortar recursos do esporte”, afirmou.

O suplente ficará na Câmara até fevereiro de 2019, quando os eleitos neste ano assumem seus mandatos.

Ele participou de reunião rápida com Lorenzoni nesta segunda. O ministro se reuniu ainda com técnicos da equipe de transição de seu gabinete e saiu sem falar com a imprensa.

Deixe seu comentário