24.4 C
Rio de Janeiro
terça-feira, 21 de maio de 2019 11:4523
- Publicidade -

Corinthians flerta com campanha do rebaixamento

- Publicidade -

Os planos do Corinthians de enfim afastar o risco de rebaixamento no Brasileirão terminaram em preocupação real depois da derrota por 1 a 0 para o Botafogo, no último domingo, no Engenhão. O time alvinegro, que atingiu o 25º revés na temporada, ainda está cinco pontos à frente do primeiro time da zona do descenso, o América-MG.

Após mais um resultado negativo no Campeonato Brasileiro, os jogadores mais experientes comentaram a situação do Corinthians. Depois de 32 rodadas disputadas, a pontuação é quase igual à do ano do rebaixamento – em 2007, o time somava 38 pontos e ocupava a 17ª posição, contra os 39 atuais, que lhe deixam no 11º lugar.

- Advertisement -

“Hoje, era fundamental a vitória para sair ali de trás de vez e pensar um pouco mais na frente, mas perdemos o jogo. Temos de pensar no clássico [contra o São Paulo] e buscar a vitória que nos vai tirar dessa situação”, ressaltou Danilo, que iniciou a partida como titular.
Cássio, por sua vez, teve um discurso mais otimista ao afirmar que o Corinthians precisa de mais duas vitórias para escapar da queda à Série B. Mas a campanha corintiana no segundo turno mostra que a tarefa não é tão simples. Nos 13 jogos, a equipe obteve apenas três triunfos.

Já o técnico Jair Ventura repetiu o discurso feito após a vitória sobre o Bahia na penúltima rodada. A ideia do treinador, que perdeu seis dos 13 jogos à frente da equipe, é continuar pensando jogo a jogo, sem fazer contas.

“No dia 2 de dezembro, quando terminar a partida contra o Grêmio, vamos ver onde vamos chegar. O Corinthians não pode nunca olhar para baixo, não vai ser com uma vitória que a gente vai olhar para cima ou com uma derrota que vamos olhar para baixo”, frisou o treinador.

RECORDE DE DERROTAS

A vitória do Botafogo no Engenhão ainda fez o Corinthians atingir uma marca ingrata. Depois de 70 partidas disputadas, incluindo os jogos da Florida Cup em janeiro, o time paulista atingiu chegou a 25 derrotas em 2018, mesmo número das temporadas 2003 e 2006.

Mais da metade dos resultados negativos foram registrados no Campeonato Brasileiro – são 13 placares adversos, seis deles somente no returno da competição. Em 2007, por exemplo, o time havia perdido 12 jogos até a 32ª rodada e perdeu mais duas até o término do campeonato.

O Corinthians enfrentará o São Paulo em Itaquera no próximo sábado. Os corintianos ainda receberão Vasco e Chapecoense em casa, nas rodadas 35 e 37 respectivamente. O time ainda enfrentará Cruzeiro, Atlético-PR e Grêmio como visitante.

Últimas Notícias

Três milhões de pessoas abandonaram a Venezuela desde 2015

Segundo o ACNUR, um total de 3,7 milhões de venezuelanos estão registrados no exterior, 700 mil deles emigraram antes de 2015.

Cristina Kirchner encara julgamento por corrupção em meio à campanha eleitoral

O caso diz respeito ao suposto favorecimento ao empresário Lázaro Báez, ligado à família Kirchner, na concessão de licitações de obras públicas.

Anistia Internacional denuncia que governo Bolsonaro ameaça os Direitos Humanos

O informe "Brasil para o mundo" expressa as preocupações da entidade após a chegada ao poder, em janeiro, de Bolsonaro

Prefeitura oferece mais vagas em cursos gratuitos na área da construção civil

Os interessados podem se candidatar em um dos Centros Municipais de Trabalho e Emprego, pelo site www.seconci-rio.com.br ou pelo telefone 2101-2565.

Kaká faz brincadeira e insinua que Corinthians é time pequeno

Ex-Jogador brincou sobre não ter jogado no Corinthians: ‘Escolhi só jogar em time grande’

Botafogo e DAZN promovem transmissão do jogo da Sul-Americana em telão

Jogo será transmitido em telão no Ginásio Oscar Zelaya, em General Severiano

Osmar Loss, ex-Corinthians, é o novo técnico do Vitória

O novo treinador já inicia os trabalhos à tarde.

Vasco da Gama: Luxa define nomes para deixar o clube e Ricardo Rocha ganha força

Para abrir espaço para a chegada das novas peças, o clube vai dispensar, ou negociar alguns jogadores que não serão aproveitados

Xavi encerra carreira em derrota do Al Sadd no Irã

O ex-capitão do Barcelona, que tem 39 anos, recebeu várias homenagens nesta segunda-feira por sua última partida.