Jair Bolsonaro

No primeiro compromisso de Jair Bolsonaro (PSL) em Brasília como presidente eleito, o Congresso vetará a presença de jornalistas no plenário da Câmara.

Na sessão solene em homenagem aos 30 anos da Constituição, que acontecerá nesta terça-feira (6), repórteres terão acesso apenas à galeria superior, local reservado normalmente aos visitantes.

- Publicidade -

Técnicos da Câmara ouvidos pela Folha de S.Paulo afirmam que não há precedente para a restrição de jornalistas no piso térreo do plenário da Casa durante esse tipo de sessão, seja qual for o grau da autoridade presente.

“Faz parte da tradição democrática o plenário estar aberto aos jornalistas”, disse Mozart Vianna, que foi secretário-geral da Câmara de 1991 a 2014.

As restrições seguirão moldes de posse presidencial, segundo a assessoria de imprensa do Senado.

Questionado se há precedentes para aplicação das regras em sessão comum e qual o motivo da medida, o órgão não respondeu.

Durante votações importantes, como a do impeachment de Dilma Rousseff em 2016 ou as duas denúncias contra Michel Temer em 2017, o número de repórteres era limitado, mas a presença dos veículos permitida.

Bolsonaro chegará a Brasília pela manhã para seu primeiro compromisso na capital como presidente eleito.

Além dele, também irão à homenagem à Constituição de 1988 os presidentes do Senado, Eunício Oliveira (MDB-CE), da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), e do STF (Supremo Tribunal Federal), Dias Toffoli.

Deixe seu comentário