A partir desta quarta (10), técnicos da Vigilância Sanitária municipal começam a visitar todos os terminais de passageiros de trens que estejam localizados no município do Rio, com o objetivo de avaliar as condições higiênico-sanitárias desses locais. São 59 estações, que terão verificados os aspectos gerais de limpeza, o esgotamento sanitário, a coleta de resíduos, bem como a qualidade da água consumida, a limpeza dos reservatórios e a forma de abastecimento.
As áreas de circulação receberão atenção especial. Serão verificadas a higiene e limpeza, existência de vazamentos, acesso para portadores de necessidades especiais, iluminação e ventilação. Em todas as áreas serão verificadas a existência de rede coletora de esgoto, vazamento e entupimento da rede, número de lixeiras, existência de abrigo de resíduos e o tipo de coleta utilizada.
Caso sejam constatadas irregularidades, os técnicos irão comunicar às concessionárias o que deve ser feito para melhorar as condições higiênico-sanitárias dos locais e solicitar um prazo para que os problemas sejam solucionados. As inspeções vão até o dia 1º de novembro.
Nos últimos anos, a Vigilância Sanitária esteve nos mesmos locais. Nesses períodos, houve resultados satisfatórios na higiene e limpeza das áreas de embarque e desembarque, na iluminação e ventilação das áreas de circulação. Também foram considerados pontos positivos o fato de todos os terminais receberem água tratada, da maioria dos locais possuir uma rotina de limpeza semestral e proteção adequada de seus reservatórios de água potável.
Os pontos negativos ficaram na existência de entupimentos e vazamento na rede de esgoto, a falta de banheiros em algumas estações, a ausência de programa para gerenciamento dos resíduos e para coleta seletiva e a falta de bebedouros na maioria das estações e falta de acessibilidade para portadores de necessidades especiais.