Início Brasil Equipe médica não libera Bolsonaro para cumprir agenda pública

Equipe médica não libera Bolsonaro para cumprir agenda pública

- Publicidade -

O candidato do PSL, Jair Bolsonaro, foi avaliado por uma equipe médica nesta quarta-feira (10) e não foi liberado para cumprir agenda de campanha na rua.

O debate entre ele e Fernando Haddad (PT), na TV Band, previsto para essa semana, não deve ser mais realizado. O médico cirurgião Antônio Luiz Macedo, do Hospital Albert Einstein, explicou que o candidato ainda se recupera da cirurgia.

- Publicidade -

“Esses 15kg que ele perdeu é de massa muscular porque ele é um homem magro. Então, isso tem que ser reposto. Nós precisamos fazer um intensa reposição nutricional e protéica nele para melhorar as condições clinicas e quinta-feira feira ele vai procurar os médicos de novo, e com certeza vamos liberar ele para tudo que for necessário”.

O petista Fernando Haddad, adversário de Bolsonaro no segundo turno, se mostrou ansioso para discutir propostas de governo. Após declaração de médicos, o petista disse no Twitter que está disposto a ir até uma enfermaria, se preciso, “para debater”. Segundo Haddad, ninguém pode ser eleito sem apresentar as suas propostas ao povo brasileiro.

Reportagem, Juliana Gonçalves

#Eleições2018

- Artigos Recomendados -

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Últimas Notícias

Mais Lidas

José de Abreu volta a insinuar que Jair Bolonaro não levou facada

O ator José de Abreu, no ar em Segundo Sol, da Rede Globo, voltou a usar sua conta na rede social Twitter para insinuar...

Apenas 8% de imagens são verdadeiras em grupos de WhatsApp, diz pesquisa

Um levantamento realizado pelos professores Pablo Ortellado (USP), Fabrício Benvenuto (UFMG) e pela agência de checagem de fatos Lupa em 347 grupos de WhatsApp...

Mulher de Sergio Moro compartilha frase de Jair Bolsonaro: “não devemos cargos nem favores”

A advogada Rosangela Moro, esposa do juiz Federal Sergio Moro, usou seu perfil na rede social Instagram para compartilhar a frase "não devemos cargos...

Defesa de Temer pede ao STF anulação de indiciamento promovido pela PF

A defesa do presidente Michel Temer pediu ao ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Luís Roberto Barroso a anulação do indiciamento promovido ontem (16)...

Vídeo flagra Wilson Witzel ensinando juízes a burlar a justiça para ganhar gratificação

O candidato a governador do Rio de Janeiro, Wilson Witzel, do PSC, teve um vídeo divulgado, pelo jornal no qual aparece ensinando como ele...