24.4 C
Rio de Janeiro
terça-feira, 21 de maio de 2019 12:0649
- Publicidade -

Gleisi Hoffmann diz que Haddad, a pedido de Lula, não irá mais para a cadeia visitá-lo

- Publicidade -

A presidente nacional do PT, senadora Gleisi Hoffmann (PR), disse hoje (9) que o candidato do partido à Presidência, Fernando Haddad, a pedido do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, não deve visitá-lo em Curitiba na etapa final da campanha. Lula está preso desde abril na carceragem da Polícia Federal após condenação em segunda instância por corrupção e lavagem de dinheiro no caso do triplex do Guarujá (SP).

Ir a Curitiba nas segundas-feiras passou a fazer parte da rotina de Haddad, como ocorreu ontem (8) logo após o primeiro turno das eleições. De acordo com Gleisi, foi o próprio Lula que determinou a Haddad para concentrar os esforços na campanha.

- Advertisement -

“’Manda o Haddad fazer campanha, não precisa mais vir aqui’”, disse a presidente do PT repetindo a frase que teria sido dita por Lula. “Estamos com um curto espaço de tempo. Só temos mais duas semanas”, justificou sobre a orientação do ex-presidente. A senadora participou de reunião do diretório nacional da legenda e governadores.

Apoios

Haddad passou a manhã de hoje (9) reunido com líderes do PT. À tarde, ele recebeu o apoio dos governadores do Maranhão Flávio Dino (PCdoB); do Piauí, Wellington Dias (PT); da Bahia, Rui Costa (PT); de Minas Gerais, Fernando Pimentel (PT) e do Ceará, Camilo Santana (PT).

Haddad reuniu-se ainda com o candidato pelo PSOL, Guilherme Boulos, que oficializou apoio no segundo turno. “É o primeiro partido que a gente tem o apoio formal e encontro com Fernando Haddad”, enfatizou.

Últimas Notícias

Três milhões de pessoas abandonaram a Venezuela desde 2015

Segundo o ACNUR, um total de 3,7 milhões de venezuelanos estão registrados no exterior, 700 mil deles emigraram antes de 2015.

Cristina Kirchner encara julgamento por corrupção em meio à campanha eleitoral

O caso diz respeito ao suposto favorecimento ao empresário Lázaro Báez, ligado à família Kirchner, na concessão de licitações de obras públicas.

Anistia Internacional denuncia que governo Bolsonaro ameaça os Direitos Humanos

O informe "Brasil para o mundo" expressa as preocupações da entidade após a chegada ao poder, em janeiro, de Bolsonaro

Prefeitura oferece mais vagas em cursos gratuitos na área da construção civil

Os interessados podem se candidatar em um dos Centros Municipais de Trabalho e Emprego, pelo site www.seconci-rio.com.br ou pelo telefone 2101-2565.

Kaká faz brincadeira e insinua que Corinthians é time pequeno

Ex-Jogador brincou sobre não ter jogado no Corinthians: ‘Escolhi só jogar em time grande’

Botafogo e DAZN promovem transmissão do jogo da Sul-Americana em telão

Jogo será transmitido em telão no Ginásio Oscar Zelaya, em General Severiano

Osmar Loss, ex-Corinthians, é o novo técnico do Vitória

O novo treinador já inicia os trabalhos à tarde.

Vasco da Gama: Luxa define nomes para deixar o clube e Ricardo Rocha ganha força

Para abrir espaço para a chegada das novas peças, o clube vai dispensar, ou negociar alguns jogadores que não serão aproveitados

Xavi encerra carreira em derrota do Al Sadd no Irã

O ex-capitão do Barcelona, que tem 39 anos, recebeu várias homenagens nesta segunda-feira por sua última partida.