Um novo medicamento biológico para o tratamento e a profilaxia de sangramento de pacientes com hemofilia B foi aprovado pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa). Trata-se do Idelvion (alfa-albutrepenonacogue), que também controla e previne o sangramento em ambientes cirúrgicos.

Com o Idelvion, será possível substituir o fator IX de coagulação recombinante, ausente nos pacientes com hemofilia B e necessário para a hemostasia – termo para a prevenção da perda de sangue, ou estancamento de sangue.

- Publicidade -

A autorização do registro do produto, concedida com base na Resolução da Diretoria Colegiada (RDC) nº 55/2010,foi publicada na edição desta segunda-feira (8) do Diário Oficial da União.

Sangramentos

Com sintomas parecidos, a hemofilia A é mais comum que a hemofilia B e representa cerca de 80% dos casos. As duas envolvem sangramentos intra-articulares (hemartroses) e hemorragias musculares ou em outros tecidos ou cavidades. O tipo A é mais recorrente – um caso em cada 5 mil a 10 mil nascimentos. Já o B tem um número menor de registros, a cada 30 mil a 40 mil partos.