Por ter sido convocado pela Seleção do Uruguai para a disputa de amistosos no continente asiático contra Coreia do Sul e Japão, o goleiro Martín Silva não estará à disposição da comissão técnica do Vasco da Gama para as duas próximas partidas cruzmaltinas no Campeonato Brasileiro. Nesta terça-feira (09/10), às 21 horas, o Vasco enfrenta o Botafogo no Nilton Santos. Cinco dias depois, no domingo (14), às 16 horas, o desafio será diante do Cruzeiro, em São Januário.

A ausência do camisa 1 abrirá espaço para a utilização de Fernando Miguel, que chegou ao Gigante da Colina no final do primeiro semestre após cinco temporadas vestindo as cores do Vitória (BA). A oportunidade de defender a meta vascaína pela sétima vez foi comemorada pelo experiente arqueiro. O gaúcho de Venâncio Aires quer contribuir para o crescimento do Almirante dentro do Campeonato Brasileiro.

- Publicidade -

– Se trata de um momento importante para o Vasco. O fundamental é todos estarem voltados para um único pensamento, que é reverter esse momento que o clube está passando dentro da competição. Esperamos fazer um bom jogo dentro do estádio do Botafogo para conquistarmos o resultado positivo e subirmos na tabela. Queremos sair de vez desse momento conturbado e dessa briga contra o rebaixamento – disse o goleiro.

Sem disputar uma partida oficial desde o dia 13 de junho, quando o Vasco da Gama mediu forças com o Internacional em Porto Alegre, Fernando Miguel não acredita que a falta de ritmo irá prejudicar seu desempenho no clássico diante do Alvinegro. Em virtude da intensidade dos treinos comandados pelo treinador Alberto Valentim, que buscam sempre simular a realidade do jogo, o goleiro se sente totalmente preparado para a missão.

– O torcedor pode esperar muita motivação e muito comprometimento da minha parte. Vou procurar corresponder à altura do que Vasco da Gama espera e necessita de um goleiro. É um clube de ponta, então quem entra em campo com essa camisa precisa corresponder às expectativas. Espero fazer uma grande partida para junto com a equipe sair de campo festejando a conquista do resultado que mais nos interessa: a vitória – garantiu o camisa 33.

Finalistas da última edição do Campeonato Carioca, Vasco da Gama e Botafogo se enfrentarão pela sexta vez na temporada, sendo a primeira com os treinadores em lados opostos. Atual comandante cruzmaltino, Alberto Valentim dirigia o Alvinegro nos duelos anteriores, enquanto o hoje técnico do clube de General Severiano, Zé Ricardo, era o chefe da comissão técnica do Gigante da Colina.

– Muita coisa mudou nas duas equipes após a mudança de treinador. Além dos jogadores, tem também também as mentalidades, os métodos, as filosofias e os pensamentos sobre o esquema de jogo. Espero um jogo franco e aberto. São duas equipes de tradição do futebol brasileiro e um clássico importante da cidade do Rio. Precisamos pensar no conjunto da nossa equipe e na evolução que precisamos ter na reta final para somar o pontos necessários para sairmos dessa zona, um lugar onde o Vasco não pode estar perto – encerrou Fernando Miguel.