Por conta de uma proliferação de algas, a Comlurb intensificou desde sexta-feira (05/10) a limpeza do espelho d’água da Lagoa Rodrigo de Freitas. A Companhia está removendo diariamente quatro toneladas de resíduos, quando a média normal é de duas toneladas. A retirada das algas está sendo feita por 12 garis com o apoio de três embarcações.

 

Comlurb trabalha na retirada de algas da Lagoa Rodrigo de Freitas
Comlurb trabalha na retirada de algas da Lagoa Rodrigo de Freitas

A Comlurb atua diariamente na Lagoa com três barcos e garis para remover do espelho d’água algas, galhos, lixo, e quando há proliferação de algas, promove a ceifagem a uma profundidade de 1 a 1,5 m. No verão, estes serviços são intensificados. Os resíduos mais encontrados são: papéis sacos plásticos, copos, garrafas, madeiras, algas, galhos e folhas.

Comlurb trabalha na retirada de algas da Lagoa Rodrigo de Freitas
Comlurb trabalha na retirada de algas da Lagoa Rodrigo de Freitas

O entorno da Lagoa Rodrigo de Freitas é atendido diariamente por 24 garis, que atuam, em três turnos, nas 24 horas. O trabalho de limpeza é monitorado por três fiscais. A Companhia dá apoio ao biólogo Mario Moscatelli com barcos e garis para recolher os resíduos das podas, realizadas por ele, nos manguezais. O trabalho também é feito pelos garis com acompanhamento de técnicos indicados pelo biólogo.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here