Na capital argentina, Buenos Aires, os candidatos Jair Bolsonaro (PSL) e Fernando Haddad (PT) disputariam o segundo turno das eleições presidências. No primeiro, neste domingo (7), compareceram metade (3.199) dos 6.210 eleitores registrados. Destes, 1.120 (35%) votaram em Bolsonaro; 797 (24%) votaram no Haddad e 611 (19%) votaram em Ciro Homes (PDT), que ficou em terceiro lugar.

Antes mesmo de a Embaixada do Brasil abrir as portas, às 8h, um pequeno grupo já esperava para votar. Ao meio-dia, a quantidade de eleitores engrossou, a tal ponto que dava uma volta no quarteirão. A votação transcorreu tranquilamente – mas houve um bate-boca, na calçada, pouco antes de as urnas fecharem.

Um grupo de argentinos levou duas bandeiras (uma do Brasil e outra da Argentina), pedindo a libertação de Lula e acusando Bolsonaro de machista. A ideia era pregá-las na rua, na frente da embaixada, mas foram impedidos por duas eleitoras brasileiras que, aos gritos, arrancaram uma das bandeiras do chão.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here