Na abertura da 28ª rodada do Brasileirão 2018, o Sport levou a melhor para cima do Internacional na noite desta sexta-feira (5). Em Recife, na Ilha do Retiro, o Leão venceu por 2 a 1, de virada, e ganhou forças na luta contra o rebaixamento. Com 27 pontos, o rubro-negro pernambucano segue na 19ª posição. Com 53, o Colorado perdeu a chance de assumir a liderança provisória e permanece na segunda posição.

Na luta contra o rebaixamento, o Sport recebeu o Internacional em busca da reação na reta final do Brasileirão. Empatado em número de pontos com o líder Palmeiras, o Colorado apostou na estratégia de esperar o adversário para conquistar os três pontos fora de casa. Sem chances claras de gols, o primeiro tempo foi marcado pelo equilíbrio entre as equipes e o placar se manteve inalterado.

- Publicidade -

No segundo tempo, o Internacional aproveitou o erro na saída de bola do Sport e abriu o placar. Aos 21 minutos, em contra-ataque veloz, D’Alessandro lançou Nico López, que tirou de Magrão e fez 1 a 0. A resposta rubro-negra veio aos 33 minutos. Após cruzamento de Gabriel, o zagueiro Adryelson subiu mais que os adversários e igualou a partida. Empolgado com o gol de empate, o Leão alcançou a virada aos 42 minutos com Mateus Gonçalves. O atacante recebeu de Michel Bastos e tocou na saída de Lomba para decretar a vitória pernambucana, 2 a 1.

 

FICHA TÉCNICA:

Sport (2): Magrão; Raul Prata, Ronaldo Alves, Adryelson e Sander; Marcão (Felipe Bastos), Jair, Gabriel (Matheus Peixoto) e Mateus Gonçalves; Marlone (Rafael Marques) e Michel Bastos. Técnico: Milton Mendes.
Internacional (1): Marcelo Lomba; Fabiano, Klaus, Emerson Santos e Iago; Rodrigo Dourado, Patrick e Camilo (Charles); Rossi (D’Alessandro), Nico López e William Pottker (Jonatan Alvez). Técnico: Odair Hellmann.
Local: Ilha do Retiro, em Recife-PE.
Gols: Nico López (I), aos 21min do segundo tempo; Adryelson (S), aos 33min do segundo tempo; Mateus Gonçalves, aos 42min do segundo tempo.
Arbitragem: André Luiz de Freitas Castro, auxiliado por Bruno Raphael Pires e Cristhian Passos Sorence (trio de GO).
Cartões amarelos: Jair, Sander, Ronaldo Alves e Matheus Peixoto (S); Fabiano (I).