A vitória do Botafogo veio no tempo normal, mas não foi suficiente. Em um jogo disputado e cheio de emoção, com 30 mil torcedores presentes, o Botafogo venceu o Bahia por 2 a 1 no tempo regulamentar, porém foi derrotado por 5 a 4 nos pênaltis e se despediu da Copa Sul-Americana 2018.

Agora é foco total no Campeonato Brasileiro. Terça-feira o time enfrenta o Vasco, às 21h, no Estádio Nilton Santos.

- Publicidade -

O JOGO

Um primeiro tempo elétrico no Nilton Santos. Com o estádio pulsando, camisão, mosaixo e torcida jogando junto, o Botafogo partiu para cima e saiu da desvantagem do jogo de ida.

Rodrigo Pimpão e Kieza levavam perigo, mas foi Rodrigo Lindoso que quase marcou. Aos 16, após cruzamento na área, ele dominou e soltou uma bomba, para grande defesa de Douglas. Em outra chance, o volante não conseguiu concluir.

O Bahia ameaçou apenas uma vez, quando Gilberto fez falta em Rabello invadiu libre e mandou na rede pelo lado de fora, aos 20.

Com o jogo equilibrado, o Botafogo abriu o placar em um golaço! Rodrigo Pimpão roubou bola, colocou na frente, venceu o zagueiro e tocou de esquerda na saída do goleiro, aos 25! Botafogo 1 x 0 Bahia!

Entretanto, o rival logo reagiu e empatou. Após jogada aérea, Edigar Junio aproveitou bola escorada para o meio e mandou para a rede, aos 33.

O baque passou rápido. O time se recuperou, a torcida voltou a apoiar e o Botafogo desempatou. Aos 40, após boa troca de passes, Matheus Fernandes deu ótima bola, Luiz Fernando driblou o goleiro e marcou! Botafogo 2 x 1 Bahia!

No segundo tempo, o ritmo do jogo diminuiu, não havia como manter intensidade tão alta. Mas as chances surgiram para os dois lados. De um lado, Nino Paraíba e Gilberto mandaram sobre o gol, do outro Luiz Fernando fez boa jogada e cruzou, Pimpão cabeceou por cima.

O Bahia voltou a assustar, com Edigar Junio sendo travado por Marcinho e Zé Rafael finalizando para boa defesa de Saulo. Já o Botafogo esteve perto aos 21, quando Marcinho e Moisés deram cruzamentos rasteiros fortes que cruzaram a área, com perigo.

Saulo voltou a aparecer ao evitar gol de Zé Rafael em chute cruzado. Douglas pegou chutes perigosos de Rodrigo Pimpão e Rodrigo Lindoso, aos 38, mas o placar não foi mais alterado. A decisão foi para os pênaltis no Estádio Nilton Santos.

Nas cobranças, Rodrigo Lindoso, Aguirre, Kieza e Renatinho converteram para o Fogão, Marcinho e Moisés perderam. Saulo ainda pegou um pênalti, mas o Bahia levou a melhor: 5 a 4.