Contratado para ser o grande comandante do Vasco da Gama no segundo semestre, Maxi López vem demonstrando dentro de campo que a enorme expectativa criada em torno de sua chegada não era em vão. Sua trajetória no Almirante começou de forma avassaladora. Desde que estreou, no dia 12 de agosto, o argentino participou de todos os gols marcados pela equipe cruzmaltina.

Em oito partidas disputadas pelo Gigante da Colina, atacante argentino marcou dois gols e deu quatro assistências

Em oito jogos disputados, o camisa 11 anotou dois tentos e deu quatro assistências, duas a menos que os principais “garçons” do Campeonato Brasileiro. Diante do Bahia, nesta segunda-feira (24/09), às 20 horas, Maxi López terá a missão de recolocar o Gigante da Colina no caminho das vitórias. A partida será em São Januário, onde o experiente jogador já se sente em casa.

- Publicidade -

– Estou muito feliz por estarmos voltando a jogar em São Januário. São Januário é a nossa casa e onde precisamos começar a conquistar nossa saída do Z4. Jogar lá será muito importante e fundamental, principalmente porque queremos voltar a somar três pontos. O time de Bahia vem fazendo bons jogos e temos que encontrar nossa melhor forma para vencê-lo – disse o argentino, revelando em seguida que já está próximo da forma ideal.

– Me vejo bem próximo dos cem por cento. O entrosamento com o time a cada jogo que passa se tornar maior e melhor, pois os companheiros estão entendendo o meu jeito e como eu gosto de jogar. Acho que ainda tenho uma grande possibilidade de crescer e fazer coisas melhores. Sou confiante e acredito que o time vai melhorar muito com esse novo treinador. Vamos procurar sempre jogar e fazer um jogo bonito – acrescentou o atacante.

Além de contribuir com excelentes exibições dentro das quatro linhas, Maxi López também vem exercendo um papel fundamental e indispensável nos bastidores. O camisa 11 se transformou numa espécie de “paizão” para os jogadores mais jovens. Tem sido comum vê-lo orientando e passando um pouco da experiência adquirida no futebol europeu para os promissores atletas formados em São Januário.

Maxi López se vê próximo da forma ideal- Foto: Rafael Ribeiro/Vasco.com.br - Diário Carioca
Maxi López se vê próximo da forma ideal- Foto: Rafael Ribeiro/Vasco.com.br

– Nosso time é muito jovem e acho muito importante falar. Falar antes do jogo, na semana de treinamento, falar dentro da partida. Isso nos ajuda na correção dos erros. O jogo contra o Flamengo era decisivo e sei que não era fácil para um jovem como o Marrony disputar uma partida como aquela. Eu já passei por isso, então procuro dar moral para eles. Eu lembro que isso acontecia comigo. Esse processo provoca amadurecimento e faz com que nosso time cresça como grupo e equipe – declarou Maxi López, comentando por fim a parceria com o compatriota Andrés Ríos.

– É fácil jogar ao lado do Ríos. Além de se sacrificar muito dentro de campo, ele é um cara que possui muita qualidade. Nesse momento eu preciso dele e ele precisa de mim. Essa parceria tem dado certo e o entrosamento está muito bom. Espero que nessa partida a gente consiga marcar gols e ajudar o Vasco a somar três pontos, algo que é fundamental para nós – finalizou o experiente jogador.