22.5 C
Rio de Janeiro
quarta-feira, 22 de maio de 2019 8:5238
- Publicidade -

Hamilton vence em Singapura e aumenta vantagem sobre Vettel no Mundial de F-1

- Publicidade -

Com uma performance dominante no circuito de rua de Marina Bay desde o treino de classificação, o britânico Lewis Hamilton venceu neste domingo o Grande Prêmio de Singapura de Fórmula 1 e ampliou em 10 pontos a vantagem na liderança do Mundial de pilotos sobre o alemão Sebastian Vettel, que chegou em terceiro.

 

- Advertisement -

O piloto da Mercedes chegou assim à 69ª vitória de sua carreira na categoria e à quarta nesta prova noturna, além de consolidar a arrancada rumo ao pentacampeonato, ganhando quatro das últimas cinco corridas.

Hamilton chegou a 281 pontos na classificação do campeonato, contra 241 de Vettel, que devido à performance da Ferrari nos treinos livres despontava como grande favorito à vitória em Singapura, mas agora vê o sonho de conquistar seu quinto título na Fórmula 1 cada vez mais distante.

Lewis Hamilton venceu em Singapura - Foto: EFE/EPA/WALLACE WOON
Lewis Hamilton venceu em Singapura – Foto: EFE/EPA/WALLACE WOON

O segundo colocado na prova foi Max Verstappen, da Red Bull, o que manteve as três primeiras colocações idênticas às do treino classificatório. Apesar de uma estratégia de Vettel de antecipar as trocas de pneus, o holandês conseguiu terminar à frente do alemão.

O finlandês Valtteri Bottas, da Mercedes, chegou em quarto, seguido pelo compatriota Kimi Raikkonen, da Ferrari. O australiano Daniel Ricciardo, da Red Bull, foi o sexto colocado.

Completaram o top-10 os espanhóis Fernando Alonso (McLaren) e Carlos Sainz (Renault), na sétima e oitava posições, respectivamente. Na sequência vieram o monegasco Charles Leclerc (Sauber) e o alemão Nico Hülkenberg.

Lewis Hamilton comemora a vitória - Foto: EFE/EPA/WALLACE WOON
Lewis Hamilton comemora a vitória – Foto: EFE/EPA/WALLACE WOON

Hamilton colocou as mãos na vitória já na largada, quando conseguiu se desvencilhar de Verstappen e Vettel nos primeiros metros do circuito. O tetracampeão alemão chegou a passar o holandês na pista, pouco antes da entrada do safety-car devido a uma batida envolvendo os dois pilotos da Force India: o mexicano Sergio Pérez tirou o francês Esteban Ocon da prova na segunda curva.

No entanto, a Ferrari não rendia como o esperado, e Vettel não conseguia se aproximar de Hamilton, que liderava com folga. A escuderia então decidiu arriscar, chamou o alemão para os boxes para colocar pneus mais macios e tentar dar velocidade ao carro.

A estratégia acabou se mostrando equivocada. Vettel voltou atrás de Pérez, não conseguiu ultrapassar o mexicano e perdeu segundos preciosos. Verstappen foi aos boxes e voltou poucos metros na frente do adversário, que até tentou passá-lo na saída do pit-stop, mas não teve sucesso.

Com o pódio praticamente definido, a corrida só foi ter emoção perto do fim. Já colocando volta nos pilotos mais lentos, Hamilton se deparou com Romain Grosjean (Haas) tentando ultrapassar Sergey Sirotkin (Williams). O francês, no entanto, ignorou as bandeiras azuis mostradas aos retardatários e complicou a vida do britânico.

Verstappen aproveitou a lentidão do rival para encostar e quase passar Hamilton, trazendo Vettel consigo. No entanto, o atual líder do Mundial conseguiu segurar a posição e rapidamente voltou a abrir vantagem para ganhar a prova com tranquilidade.

Os pilotos voltam às pistas no próximo dia 30 de setembro, no Autódromo de Sochi, para a disputa do Grande Prêmio da Rússia.

Últimas Notícias

“Chega” de homofobia no futebol, pede Antoine Griezmann

"A homofobia não é uma opinião, é um crime", disse o atacante

Vasco da Gama chega a dois meses de salários atrasados e jogadores podem sair

O receio da diretoria é de perder peças importantes por conta da insatisfação com a situação a qual o clube chegou.

Caças dos EUA interceptam bombardeiros russos na costa do Alasca

A esquadra russa incluía dois bombardeiros estratégicos Tu-95, que foram interceptados na segunda-feira por dois caças F-22

Apenas 38,7% das vagas do Fies foram preenchidas no primeiro semestre

Das 100 mil vagas ofertadas, foram assinados 38.793 contratos

Embratur tem seu terceiro presidente em pouco menos de seis meses no governo Bolsonaro

Gilson Machado teve sua nomeação para o cargo publicada no Diário Oficial da União desta terça

Adidas, Puma e Nike consideram novas tarifas à China catastróficas

Trump elevou a 25% as tarifas já existentes sobre US$ 200 bilhões em produtos chineses

Fitch mantém nota de classificação de risco do Brasil

A agência manteve a perspectiva estável para o país, indicando que a classificação não deve ser alterada nos próximos meses.

Termina primeira audiência do julgamento de Cristina Kirchner

A audiência de hoje foi a primeira de um processo que deve durar o ano todo

Caixa começa a chamar candidatos aprovados no concurso de 2014

O presidente da Caixa, Pedro Guimarães, disse que as contratações têm por objetivo o fortalecimento da rede de agências, valorizando o atendimento aos clientes.