O britânico Lewis Hamilton, da Mercedes, que desbancou o alemão Sebastian Vettel, da Ferrari, na casa da escuderia italiana, vai atrás neste fim de semana de ampliar ainda mais a vantagem de 30 pontos na liderança do Campeonato Mundial de Fórmula 1, no Grande Prêmio de Singapura.

O dono do carro 44, no início deste mês, subiu ao lugar mais alto do pódio no circuito de Monza. Com a vitória na Itália, o primeiro colocado da competição alcançou a marca de 256 pontos. Vettel, que foi apenas o quarto, chegou aos 226, o que significa que não poderá ultrapassar o rival neste domingo.

- Publicidade -

Curiosamente, neste ano, Hamilton tem ficado entre “a cruz e a espada” após vencer um GP. Na prova seguinte a uma vitória, ou o britânico volta a ganhar ou termina atrás do alemão da Ferrari. Após corrida no Azerbaijão, ele repetiu a dose na Espanha. Na etapa seguinte, terminou em terceiro em Mônaco, e o concorrente foi segundo.

O britânico voltou a receber primeiro a bandeirada na França, e abandonou na sequência, na Áustria, enquanto Vettel foi terceiro. Depois que o piloto da Mercedes foi primeiro na Alemanha, venceu na sequência na Hungria, resultado seguido de um segundo lugar na Bélgica, em que o ferrarista foi para o topo do pódio.

Em Singapura, Hamilton espera contar com a manutenção do bom retrospecto da escuderia prateada, que venceu três das últimas quatro provas no local – o britânico ganhou em 2014 e no ano passado. O único a se intrometer nesse domínio foi, justamente, Vettel, em 2015.

A Ferrari, após ver os rivais comemorando em Monza, chegará ao circuito de Marina Bay em meio a uma semana movimentada. Nesta terça-feira, o time anunciou que o monegasco Charles Leclerc, de 20 anos, será piloto na próxima temporada. Enquanto isso, o finlandês Kimi Raikkonen, segundo no GP da Itália, vai para a Sauber.

Além de Hamilton e Vettel, o único piloto que está na ativa e já venceu em Singapura foi o espanhol Fernando Alonso, da McLaren, que levou a melhor em 2008 e 2010. O experiente piloto vai para as últimas sete provas, antes do anunciado adeus – a princípio momentâneo – da Fórmula 1.

Lewis Hamilton - Foto: EFE/DIEGO AZUBEL
Lewis Hamilton – Foto: EFE/DIEGO AZUBEL

O Grande Prêmio deste fim de semana, no circuito de Marina Bay, terá como atividade de abertura o primeiro treino de classificação, nesta sexta-feira, às 5h (de Brasília). A classificação será um dia depois, às 10h. A largada será no domingo, às 9h10.

Ao todo, a prova, que costuma ser marcada pela alta umidade e temperaturas altas, tem 61 voltas no traçado de 5.063 metros, totalizando assim 308,7 quilômetros.

Deixe seu comentário