terça-feira, fevereiro 18, 2020
24.4 C
Rio de Janeiro
Início Mundo Metade das mortes por armas acontece em 6 países do continente; Brasil lidera
- Publicidade -

Metade das mortes por armas acontece em 6 países do continente; Brasil lidera

Mais Lidas

Após sair do BBB, Manu Gavassi anuncia turnê de shows pelo Brasil

A turnê precisou ser interrompida por conta do confinamento

Bolsonaro diz que espera enviar reforma administrativa esta semana

Presidente disse que conhecerá proposta nesta terça-feira (18)
- Advertisement -

Mais de 250.000 pessoas morreram em 2016 por ferimentos relacionados com armas de fogo, das quais a metade estava em seis países da América: Brasil, Estados Unidos, México, Colômbia, Venezuela e Guatemala, segundo um estudo publicado nesta terça-feira pelo Journal of the American Medical Association (Jama).

A lista é liderada pelo Brasil, com 43.000 mortos, seguido em suas dez primeiras posições por Estados Unidos (37.200), Índia (26.500), México (15.400), Colômbia (13.300), Venezuela (12.800), Filipinas (8.020), Guatemala (5.090), Rússia (4.380) e Afeganistão (4.050), segundo um comunicado.

- Publicidade -

O estudo avalia a mortalidade relacionada com armas de fogo entre 1990 e 2016 em 195 países e territórios por idade e sexo, mas exclui as mortes em conflitos, execuções e ações das forças da ordem.

O autor principal do estudo, Mohsen Maghavi, do Instituto de Métricas e Avaliação da Saúde (IHME) da Universidade de Washington, afirmou que este “confirma o que muitos afirmamos durante anos: que a violência armada é uma das maiores crises de saúde pública do nosso tempo”.

No entanto, ressaltou que “não há antídotos simples para fazer frente a este problema de saúde. A tragédia de cada morte relacionada com uma arma continuará até que líderes razoáveis e sensatos se reúnam para abordar o problema”.

Em 2016, os homicídios representaram 64% das mortes por armas de fogo no mundo todo; seguidos por suicídios (27%) e lesões acidentais (9%).

Nos últimos 26 anos a taxa de homicídios com armas de fogo se estagnou, sem que se registrassem quedas significativas entre 1990 e 2016.

O estudo indica ainda que as mortes relacionadas com armas no mundo todo superaram às provocadas por conflitos e terrorismo a cada ano de 1990 a 2016, com a exceção de 1994, quando aconteceu o genocídio de Ruanda.

Além disso, 87% das mortes totais no mundo (218.900) foram de homens, dos quais 34.700 tinham entre 20 e 24 anos.

No que se refere aos suicídios, o texto aponta que a maior taxa corresponde à Groenlândia (Dinamarca), com 22 mortes por cada 100.000 moradores, seguido dos Estados Unidos com 6,4 mortos, segundo os dados ajustados por idade.

Os resultados deste estudo “reforçam a mensagem de que é imprescindível expandir a segurança e a educação sobre armas”, declarou o professor do IHME e também autor do estudo Ali Mokdad.

- Publicidade -

Assine nossa Newsletter

Receba as priincipais notícias do Brasil e do Mundo em seu email

Falando Nisso...
Conteúdo Relacionado

- Publicidade -
-- Conteúdo Recomendado -
- Publicidade -

Mais Notícias
Conteúdo Relacionado

Bolsonaro diz que espera enviar reforma administrativa esta semana

Presidente disse que conhecerá proposta nesta terça-feira (18)

Galeão recepciona turistas com exposição sobre carnaval

Fantasias e adereços ficarão no aeroporto até 2 de março

Carnaval: Supermercados Mundial prevê aumento de 10% nas vendas de bebidas

Vodkas, gins e, como sempre as cervejas, serão os mais vendidos

Matrículas na educação infantil aumentam 12,6% nos últimos cinco anos

Número foi impulsionado pelo crescimento de matriculados em creches

Cabelo de Paolla Oliveira é tendência

Especialista ensina como adotar o Avelã

Carnaval: Supermercados Mundial prevê aumento de 10% nas vendas de bebidas

Vodkas, gins e, como sempre as cervejas, serão os mais vendidos

Matrículas na educação infantil aumentam 12,6% nos últimos cinco anos

Número foi impulsionado pelo crescimento de matriculados em creches

Cabelo de Paolla Oliveira é tendência

Especialista ensina como adotar o Avelã

Secretaria de Transportes vai revisar serviço de ônibus na cidade

Frota pode aumentar no horário de pico e ônibus com ar não podem ser retirados de circulação

Mega-Sena acumulada pode pagar R$ 170 milhões

Sorteio do concurso 2.235 será às 20h e pode ser acompanhado pela TV ou pelas redes sociais da CAIXA

Blocos de Rua do Rio reúnem quase um milhão de foliões no último fim de semana antes do carnaval

No sábado, Simpatia é Quase Amor (150 mil) e Chora Me Liga (110 mil) foram os campeões de público

Troca de Esposas: Vanessa Jackson se muda para o lar da influencer Letícia Santiago

A família mora em uma casa aconchegante e confortável, com cinco funcionários e ainda babá

Sambódromo deve ser liberado na quinta-feira após vistoria

MPRJ moveu a ação civil pública cobrando reparos

Horóscopo de terça-feira 18 de fevereiro de 2020

Confira a previsão dos astros para você
- Publicidade -