- Publicidade -

Seleções de Natação e Maratonas Aquáticas fizeram bonito no Pan-Pacífico

- Publicidade -

O Brasil encerrou, na última segunda-feira (13), sua campanha no Campeonato Pan-Pacífico de 2018. A competição realizada em Tóquio, que era o principal objetivo da seleção brasileira para a temporada, terminou com saldo de cinco medalhas – quatro da Natação e uma da Maratona Aquática.

Participam do Pan-Pacífico algumas das maiores potências do mundo: Argentina, Austrália, Bahamas, Canadá, China, Ilhas Cook, Colômbia, Equador, Guam, Ilhas Marianas, Japão, Nova Zelândia, Oman, Palau, Peru, Filipinas, Tailândia e Estados Unidos. Por isso, a direção da CBDA optou por dar prioridade, tanto na Natação, quanto na Maratona Aquática, para a competição realizada no Japão.

- Publicidade -

O principal resultado do Brasil veio com o revezamento 4x100m livre masculino. Depois da prata no Mundial de Budapeste, o quarteto foi ao Japão com dois novos nomes: Marco Antonio Ferreira Júnior e Pedro Spajari. A medalha de ouro consolidou o momento da geração brasileira rumo aos Jogos Olímpicos.

“Ganhamos o inédito ouro do 4×100 e ele veio com o melhor tempo do mundo em 2018. Os outros revezamentos também mostraram renovação e força, obtendo tempos melhores que nas olimpíadas do Rio 2016”, disse o presidente Miguel Cagnoni, que esteve no Japão acompanhando a equipe.

Além do ouro no revezamento, a Natação conquistou outras três medalhas: Leonardo de Deus, prata nos 200m borboleta, João Gomes Júnior, bronze nos 100m peito, e Vinicius Lanza, bronze nos 100m borboleta.

“Os esportes aquáticos representaram muito bem o Brasil no Japão. Conquistamos o maior número de medalhas em provas olímpicas (cinco) e o maior número de finais (19) da história”, completou.

O bom desempenho do Brasil não se limitou às piscinas. No mar, Ana Marcela Cunha mais uma vez fez história. A baiana conquistou a primeira medalha da história do Brasil em Maratonas Aquáticas em Pan-Pacíficos. Mais do que o bom desempenho no Pan-Pacífico, as equipes de Natação e Maratonas Aquáticas tiveram um período de aclimatação em Sagamihara, cidade que fica a 70 km de Tóquio. Na estrutura oferecida pelo Comitê Olímpico do Brasil, os atletas tiveram todo amparo para a competição. O local deve ser utilizado como ponto de treinamentos nos Jogos Olímpicos de 2020.

“Tivemos toda a receptividade dos japoneses e das equipes do COB que estão em Sagamihara. Conversando com os atletas e com a comissão técnica, sentimos como todos estavam felizes de estarem lá. Essa estrutura oferecida foi fundamental para que tivéssemos estas medalhas e tempos que conquistamos no Pan-Pacífico. Tudo isso é fruto de uma parceria que pode render muito ao Brasil”, explicou.

“Foi muito importante realizar tudo isso na cidade que será sede das Olimpíadas de 2020, que é o nosso foco total neste momento. Construímos relacionamentos com o Japão, encontramos caminhos, criamos uma cultura de união. Agora é acertar detalhes e continuar evoluindo para chegarmos em 2020 prontos para atingir mais um desempenho de excelência”, finalizou.

- Publicidade -

Falando Nisso...
Conteúdo Relacionado

Mais Notícias
Conteúdo recomendado para você

Horóscopo de terça-feira 21 de janeiro de 2020

Confira as previsões para o amor, dinheiro e saúde.

Flamengo e Real Madrid anunciam transferência de Reinier

Jogador se apresenta após disputa do Pré-Olímpico

Prefeitura do Rio rescinde contrato com a Viva Rio

Organização Social tem 5 mil funcionários e atua na gestão de unidades de saúde em várias comunidades

Horóscopo de segunda-feira 20 de janeiro de 2020

Confira as previsões para o amor, dinheiro e saúde.

Vasco da Gama empata com o Bangu na estreia do Carioca

Gérman Cano também estreou pelo clube de São Januário

Flamengo e Macaé empatam no Maraca

Na próxima rodada, o rubro-negro terá o clássico contra o Vasco da Gama

Botafogo perde para o Volta Redonda na estreia do Carioca

O Esquadrão de Aço lidera o Grupo B com três pontos, ao lado do Madureira

Horóscopo de domingo 19 de janeiro de 2020

Confira as previsões para o amor, dinheiro e saúde.

BBB20: Conheça os participantes do Big Brother Brasil

São duas turmas, de várias tribos. Pessoas diversas, mas com o mesmo objetivo: viver todas as experiências que o BBB 20 pode proporcionar.

Flamengo e Botafogo estreiam no Carioca 2020 neste sábado

Após temporada mágica em 2019, Mengão estreia no Carioca contra o Macaé; bola também rola no Pará e em Pernambuco

Governo disponibiliza óculos de grau por R$ 60 para população de baixa renda

Programa Ótica Cidadã visa reduzir a evasão escolar por problemas de visão; beneficiários do Bolsa Família e desempregados também podem adquirir o item

MetrôRio realiza operação especial para shows de Elza Soares e Melin na Praia de Ipanema

Estações Jardim de Alah e Nossa Senhora da Paz terão reforço nos efetivos. Também haverá esquema especial para a primeira rodada do campeonato estadual

Governo do Rio quer conceder Cedae à iniciativa privada ainda este ano

Forma de concessão ainda tem de ser aprovada pela Câmara Metropolitana