21.9 C
Rio de Janeiro
terça-feira, 21 de maio de 2019 4:3904
- Publicidade -

Após vitória contra o Sport, Marcelo Oliveira cobra regularidade ao Fluminense

- Publicidade -

Feliz com o resultado e com o segundo tempo do Fluminense, incomodado com os primeiros 45 minutos. Esse foi o técnico Marcelo de Oliveira, na entrevista pós-jogo, após a vitória do Tricolor por 2 a 1 sobre o Sport, fora de casa. Com o resultado, o treinador soma quatro pontos em seu dois primeiros jogos no comando da equipe, sendo que ambos foram no campo do adversário.

Marcelo deixou claro que não gostou do que viu no início e cobrou que o Flu mantenha o nível de atuação visto na segunda etapa. O treinador também fez questão de exaltar a entrada dos jogadores que saíra do banco: os estreantes Junior Dutra e Everaldo, além de Matheus Alessandro.

- Advertisement -

-Esse resultado é mais importante ainda porque nós não jogamos no primeiro tempo. Uma coisa que foi cobrada internamente. Temos que ser mais regulares, mais constantes. Foi um segundo tempo completamente diferente, ficamos mais com a bola e criamos mais oportunidades. Muito boa a participação do banco. E tem sido assim, contra o Vasco quem entrou também ajudou. Em um campeonato difícil assim a gente conta com o banco, porque tem jogo que se ganha com o banco. – disse o treinador.

VITÓRIA FORA DE CASA
É fundamental em um campeonato de pontos corridos. Você precisa de regularidade, precisa pontuar forte dentro de casa, usando o torcedor, usando o fator campo, e também buscar resultados fora. E esse resultado é mais importante ainda porque nós não jogamos no primeiro tempo. Uma coisa que foi cobrada internamente. Temos que ser mais regulares, mais constantes. Foi um segundo tempo completamente diferente, ficamos mais com a bola, criamos mais oportunidades. Passo a passo a gente vai se fortalecendo. A parte ruim é que perdemos jogadores  com cartões. O arbitro é muito bom, mas em alguns cartões, o critério não foi o normal. Vamos montar um time forte para quarta-feira.

JOGADORES SUSPENSOS (Dodi, Richard, Sornoza e Léo)
Nesse momento, ainda não dá para pensar nos substitutos. Vamos ver como está o Gilberto, talvez o Luciano seja regularizado, é uma situação ruim, mas acontece com todas as equipes em algum momento. O que eu cobro dos jogadores é não levar o cartão desnecessário, agora faltas normais do jogo, de marcação, acabam acontecendo. Não devemos lamentar quem vai sair e sim valorizar quem vai entrar.

ATUAÇÃO DO PEDRO
Um jogador formado em casa, como é a tradição do Fluminense de formar grandes jogadores. Eu só tenho cobrado dele nesse período de trabalho que ele não saia tanto da área, onde é menos perigoso. Ele é alto e tem um poder de finalização incrível, então ele tem que estar na área para fazer o gol. Ele tem jogado bem e vai ganhando confiança. No primeiro tempo nós não criamos oportunidades para ele, somente uma. Bastou uma para ele mostrar a competência. Contamos com todos do elenco, inclusive com ele.

PAPO NO INTERVALO
Uma cobrança mais rigorosa porque poderíamos ter perdido o jogo no primeiro tempo.O jogo tem noventa minutos, não se pode ficar esperando. Eu pedi para que passássemos uma borracha no primeiro tempo e começássemos do zero, fazendo o que combinamos sobre marcação e de movimentação. Abusamos da bola aérea no primeiro tempo e o Pedro pegou pouco na bola. Felizmente corrigimos e conseguimos essa bela vitória contra o Sport, que sempre é difícil  aqui.

SUBSTITUIÇÕES
Muito boa a participação do banco. E tem sido assim, contra o Vasco quem entrou também ajudou.Junior Dutra e Everaldo são jogadores que estão treinando, em boa forma física, por isso os coloquei. Tornei o time mais ofensivo sem perder a marcação, então acho que os dois entraram muito bem, assim como o Matheus Alessandro que tem nos ajudado nessa puxada de contra-ataque. Em um campeonato difícil assim a gente conta com o banco, porque tem jogo que se ganha com o banco.

SUBSTITUTO DO SORNOZA
Depende da forma de jogar. Quem jogou por ali foi o Everaldo, que não é dessa posição, mas podia puxar o contra-ataque com velocidade e habilidade, mesmo não sendo um armador. Ele pode render ali também. O Sornoza já vinha com desgaste de quinta-feira, por isso o tirei. Alias, vale lembrar que o Sport teve um dia a mais de descanso. Faço esse registro apenas porque ganhamos, jogamos um dia depois e ainda tivemos a viagem. Nessa semana, jogaremos na quarta-feira e viajamos para enfrentar o Ceará, que joga na segunda-feira e não joga no meio de semana. São situações que precisam ser mudadas, para que um clube não sofra mais desgaste que outro.

Últimas Notícias

Alexandre Campello garante reforços no Vasco da Gama e diz que meta e fica entre os 10 primeiros do Brasileirão

O presidente do Vasco da Gama também falou sobre a busca de um terreno para a construção de um Centro de Treinamentos

Estado do Rio tem aumento de mortes por intervenção policial em abril

Número de vítimas registrado em abril foi o menor para o mês nos últimos quatro anos

Werley sobre o Vasco da Gama: “A torcida ainda vai ter muito orgulho desse time”

O zagueiro também falou sobre o início ruim no Campeonato Brasileiro

Contribuinte paga caro pelas mordomias de ex-presidentes; veja os valores

Em 2018, o Estado Brasileiro gastou R$ 4,6 milhões com cinco ex-presidentes

Peruanos protestam contra pedágios em vias construídas por Odebrecht e OAS

São pedágios "contaminados pela corrupção", declarou o prefeito de Lima, Jorge Muñoz, ao convocar a Câmara dos Vereadores para discutir a questão.

Ford vai eliminar 7 mil empregos; cerca de 10% de sua equipe mundial

Em março, a Ford anunciou a eliminação de mais de 5.000 vagas de empregos na Alemanha.

Luxemburgo confirma barca no Vasco da Gama

Elenco do Gigante da Colina tem mais de 40 jogadores

Bolsonaro diz que reforma tributária será apresentada após aprovação da Previdência

Se a reforma tributária for aprovada pela CCJ, proposta será examinada por uma comissão especial antes de ser analisada pelo Plenário da Câmara