Henrique Meirelles
Henrique Meirelles

Os problemas causados pela falta de água para abastecimento, irrigação e até mesmo consumo que afetam a vida de milhares de nordestinos há vários e vários anos podem estar com os dias contados. A solução estaria na transposição das águas do Rio Tocantins para os afluentes do Rio São Francisco, fortalecendo o ‘Velho Chico’ e auxiliando na tarefa de abastecer a região.

A proposta é encabeçada pelo pré-candidato à presidência da República pelo MDB, o ex-ministro da Fazenda Henrique Meirelles. O presidenciável falou sobre o assunto nesta quinta-feira (12) durante evento com empresários na Federação da Indústria do Rio Grande do Norte (Fiern).

“Também já estamos em estudos técnicos preliminares para ver a transposição de águas do (Rio) Tocantins para o São Francisco. É um percurso um pouco longo, mas já estamos estudando a viabilidade e já existem experiências neste sentido”.

Aos empresários potiguares, Meirelles prometeu que, se eleito, colocará os problemas do Nordeste como prioridade para serem resolvidos pelo governo.

“Com a economia brasileira toda crescendo, o Nordeste cresce junto. Isso é o primeiro lugar. E, em segundo, tem (Nordeste) de crescer mais com políticas específicas e obras estruturantes. A Transnordestina é uma, a ferrovia de integração oeste-leste é outra, o serviço de navegação pela costa é o terceiro. É inaceitável que durante décadas isso não tenha sido definitivamente resolvido”.

De acordo com o pré-candidato, tudo será feito “através de políticas específicas de incentivo para cada área e para cada segmento econômico da região”. Ele aponta, por exemplo, o incentivo ao turismo, um dos principais atrativos do Nordeste, com praias paradisíacas e sertão rico em cultura. Meirelles garantiu que, até o final do governo, tornará a região “um grande polo de desenvolvimento no Brasil e no resto do mundo”.

Com a colaboração de João Paulo Machado, reportagem Tácido Rodrigues