O Vasco da Gama está muito perto de concretizar a contratação do atacante argentino Maxi López, revelado pelo River Plate e com passagens por clubes como Barcelona e Milan.

O jogador tem uma passagem pelo Brasil, quando em 2009, defendeu as cores do Grêmio e se envolveu em uma polêmica. Naquele ano, no mês de junho, após a vitória do Cruzeiro por 3 a 1 sobre o Grêmio, o volante Elicarlos ficou famoso por ter acusado o atacante Maxi López de racismo durante o jogo das semifinais da Libertadores, alegando ter sido chamado de “macaco”.

No final da partida, Elicarlos foi até a Delegacia da Polícia Civil e foi lavrado um boletim de ocorrência. Após registrar o caso na delegacia, os policiais intimaram o argentino a prestar depoimento. O fato ganhou repercussão internacional e ganhou as manchetes de jornais pelo mundo, incluindo os argentinos.

Em 2013, Maxi López foi traído pela ex-mulher, Wanda Nara. Mauro Icardi era companheiro de Maxi López na Sampdoria e até acompanhou um passeio dele com a mulher Wanda Nara em setembro de 2013. Foi quando o casamento de López começou a ruir, exatamente por causa da traição de Wanda com Icardi.

Depois da traição Icardi e Wanda Nara para a trocar uma série de declarações de amor pelas redes sociais. Ficou comum ver fotos e manifestações dos dois. Ele até tatuou o nome dela no antebraço.

Maxi López com a ex e Icardi, atacante agora negocia com o Vasco da Gama  - Foto: reprodução
Maxi López com a ex e Icardi, atacante agora negocia com o Vasco da Gama – Foto: reprodução

Durante este tempo Maxi López ficou calado e só se manifestou quando passou a brigar pela guarda dos três filhos que teve com Wanda Nara durante o casamento. Em outro episódio, uma gravação em que López insultava e ameaçava a mulher vazou na internet.

Em 2016, uma rádio da Argentina noticiou que Maxi López havia recebido uma oferta da mafia para quebrar as duas pernas de Mauro Icardi. De acordo com a rádio, Maxi López circulava de carro pela Argentina quando o veículo foi interceptado por um representante da máfia local, que perguntou se o atacante do Torino queria que cortassem as pernas de Icardi. O jogador rejeitou a oferta, mas recebeu um cartão comercial para o caso de mudar de ideia.

As polêmicas de Maxi López não para por ai. No mês passado, o argentino postou uma foto nos stories do seu Instagram mostrando o dedo do meio ao lado do escudo do Real Madrid. A foto foi apagada logo em seguida. Entretanto, a imagem ainda circula pelas redes sociais.

- Recomendado para Você -

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here