21.9 C
Rio de Janeiro
terça-feira, 21 de maio de 2019 4:0859
- Publicidade -

Projeto de Lei que criminaliza importunação sexual e divulgação de cenas de estupro é aprovado em comissão do Senado

- Publicidade -

Expressar atos sexuais com alguém sem o consentimento poderá ser crime previsto no código penal, de acordo com um projeto de Lei que está em tramitação no Senado Federal. A Comissão de Constituição, Justiça e Cidadania (CCJ) aprovou, nesta quarta-feira (20), a medida relatada pelo senador Humberto Costa, (PT – PE).

A princípio, o projeto de Lei da senadora Vanessa Grazziotin era apenas para aumentar a pena para quem pratica estupro coletivo. Porém, após reavaliação, foram acrescentadas novas propostas ao texto.

- Advertisement -

O projeto aprovado prevê a reclusão de um a cinco anos para quem praticar atos libidinosos para satisfazer os desejos sexuais sem o consentimento da vítima. Além disso, quem oferecer, trocar e disponibilizar – de qualquer forma – imagens que tenha cenas de estupro, também pode ser condenado a cumprir pena de um a cinco anos. Se o crime for praticado por pessoa que mantém relação íntima com a vítima, a pena é aumentada em dois terços.

A senadora Vanessa Grazziotini relembrou, em plenário, outros projetos de lei que antecederam a proposta e que têm como objetivo a punição dos crimes sexuais cometidos no dia a dia.

“Tivemos dois projetos com o mesmo conteúdo, o projeto do senador Humberto e da senadora Marta Suplicy, que tratavam também da tipificação clara do crime do tal ‘acochamento’. Ou seja, da importunação de mulheres que andam em transporte coletivo. E não só em transporte coletivo, em qualquer lugar movimentado e que sofrem agressões. Não necessariamente pela legislação eram consideradas como estupro, mas a ejaculação, isso era um ato de violência física, e assim não era tratado pela legislação.”

A proposta precisa passar por aprovação no plenário do Senado e, em seguida, por sanção presidencial.

Reportagem, Sara Rodrigues

Últimas Notícias

Alexandre Campello garante reforços no Vasco da Gama e diz que meta e fica entre os 10 primeiros do Brasileirão

O presidente do Vasco da Gama também falou sobre a busca de um terreno para a construção de um Centro de Treinamentos

Estado do Rio tem aumento de mortes por intervenção policial em abril

Número de vítimas registrado em abril foi o menor para o mês nos últimos quatro anos

Werley sobre o Vasco da Gama: “A torcida ainda vai ter muito orgulho desse time”

O zagueiro também falou sobre o início ruim no Campeonato Brasileiro

Contribuinte paga caro pelas mordomias de ex-presidentes; veja os valores

Em 2018, o Estado Brasileiro gastou R$ 4,6 milhões com cinco ex-presidentes

Peruanos protestam contra pedágios em vias construídas por Odebrecht e OAS

São pedágios "contaminados pela corrupção", declarou o prefeito de Lima, Jorge Muñoz, ao convocar a Câmara dos Vereadores para discutir a questão.

Ford vai eliminar 7 mil empregos; cerca de 10% de sua equipe mundial

Em março, a Ford anunciou a eliminação de mais de 5.000 vagas de empregos na Alemanha.

Luxemburgo confirma barca no Vasco da Gama

Elenco do Gigante da Colina tem mais de 40 jogadores

Bolsonaro diz que reforma tributária será apresentada após aprovação da Previdência

Se a reforma tributária for aprovada pela CCJ, proposta será examinada por uma comissão especial antes de ser analisada pelo Plenário da Câmara