Se tem uma torcida que vai curtir a Copa do Mundo feliz da vida com o time é a do São Paulo. No último jogo antes da parada para a Copa do Mundo, o Tricolor do Morumbi fez bonito jogando em casa, garantiu três pontos e um lugar pelo menos no G4.

Nesta terça-feira (12), pela 12ª rodada, o Tricolor Paulista recebeu o Vitória, que não anda bem das pernas e, ciente disso, montou uma verdadeira muralha defensiva para parar os donos da casa. E funcionou durante 20 minutos. Até que o camisa sete Nenê mostrou porque é um dos trunfos do time paulista.

- Publicidade -

Após bela jogada com direito a drible, Nenê chutou colocado, no ângulo do goleiro Elias. Com a vantagem, o São Paulo impôs ainda mais seu estilo e, aos 34, veio o lance polêmico que mudaria a partida.

O juiz Igor Benevenuto expulsou Yago, jogador do Vitória, após uma disputa de bola com Nenê. A justificativa seria de que o jogador do time baiano teria agredido o meia são-paulino com um tapa no rosto, o que não ocorreu.

Com a vantagem numérica, a vida do São Paulo ficou ainda mais fácil e, após cruzamento de Éverton, Nenê de novo ampliou para o tricolor.

Logo aos oito minutos da etapa complementar, Éverton pegou uma bola de primeira e deu números finais à partida. Final, São Paulo três, Vitória zero. Os três pontos deixaram o tricolor na vice-liderança provisória com 23 pontos, três pontos atrás do Flamengo, que ainda jogar na rodada. Já o Vitória segue estacionado na 15ª posição, rondando a zona da degola.

Reportagem, Raphael Costa